Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Sines vai ter o Terminal XXI ampliado e o novo Terminal Vasco da Gama até 2024

Zé LG Zé LG, 14.10.19

O Governo estimou a criação até 2039 de 900 postos de trabalho no terminal XXI do Porto de Sines, na sequência de um investimento 660,9 milhões de euros do concessionário daquela infraestrutura portuária. A frente de cais do terminal, atualmente com 1.040 metros, passará a ter 1.950 e possibilitará a atracação simultânea de quatro navios porta-contentores de última geração

sines.jpg

O Governo anunciou o lançamento de um concurso público internacional para a concessão, por um prazo de 50 anos, em regime de serviço público, do novo terminal de contentores do Porto de Sines, designado por Terminal Vasco da Gama, uma obra orçada em 642 milhões de euros, que deverá estar concluída em 2024. O Governo acredita que possam ser criados 1.350 postos de trabalho diretos na fase de exploração.

Life LiveAdapt promove questionário sobre as alterações climáticas e a pecuária em regime extensivo

Zé LG Zé LG, 14.10.19

live.jpgEste é um projecto que preconiza a necessidade de adaptação às alterações climáticas dos modelos de produção de pecuária extensiva na Europa. O principal objectivo do projecto é a implementação de uma estratégia baseada em tecnologias e práticas inovadoras que permitam ao sector adaptar-se às alterações climáticas.
Com a realização do questionário pretende-se conhecer a opinião e a experiência dos proprietários de explorações de gado em regime extensivo em relação às alterações climáticas, e também como estas afectam a sua actividade, por isso, a colaboração dos produtores é fundamental.