Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

António Costa tem tido uma postura construtiva

Zé LG Zé LG, 08.10.19

costa.jpgAntónio Costa, logo no seu discurso na noite eleitoral, afirmou que os "Portugueses gostaram da geringonça e desejam a continuidade" e reafirmou a sua vontade de prosseguir esta solução na próxima legislatura, à saída da reunião com o PR, depois de indigitado para formar governo.

Não é um político com quem simpatise particularmente e já contestei fortemente algumas das suas decisões, ao longo da sua vida política. Mas reconheço que é um político hábil, como poucos, com visão estratégica, capaz de agir em função essencial, passando ao lado do acessório. E, para mim, teve o mérito maior de, há quatro anos, contra todos os preconceitos ideológicos e políticos, contra a direita encabeçada por Cavaco Silva, ter, pela primeira vez, sido capaz de gerar uma maioria parlamentar das esquerdas, que permitiu a um governo minoritário governar durante a legislatura. E, ao contrário do que muitos diziam e muitos mais pensavam e desejavam, a solução encontrada foi bem acolhida e satisfez a maioria dos portugueses.

Neste período pós-eleitoral tem tido intervenções correctas, responsáveis, ajustadas à situação resultante das eleições e manifestado vontade, empenhamento e espírito aberto para reeditar, com os ajustamentos necessários e possíveis uma solução política para assegurar a maior estabilidade política possível na legislatura. E teve ainda a clarividência de realçar que o que assegura a estabilidade governativa é a capacidade de resolver os problemas e satisfazer as expectativas.

Prós e Contras

Zé LG Zé LG, 08.10.19

Estive a assistir ao programa, de regresso à RTP após os períodos de férias e eleitoral. Teve como tema os resultados eleitorais e suas consequências, designadamente as hipóteses de entendimentos à esquerda com vista a assegurar estabilidade governativa e política necessárias ao desenvolvimento do país.

A moderadora Fátima Campos Ferreira, mais uma vez, dificultou o debate, gerando confusões e tirando conclusões das intervenções dos participantes desfasadas do que disseram.

Apesar disso, parece poder-se concluir que continuam a existir condições para entendimentos do PS com partidos à esquerda e o PAN, embora diferentes, nos conteúdos e nas formas, dos que vigoraram da legislatura que ora termina.

A nova composição da AR, quer pelas alterações nos grupos parlamentares existentes, quer pela entrada de novos partidos, parece indiciar um reavivar do debate ideológico e a consequente clarificação do que defende cada um. Gostei das reações de João Oliveira, Mariana Mortágua e Joacine Moreira a intervenções dos deputados eleitos pelo Chega e IL, clarificadoras do seu pensamento e das suas propostas.