Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Na rama do alecrim”

Zé LG, 18.08.19

Paulo-Ribeiro-768x432.jpgé o novo single de Paulo Ribeiro (Tais Quais). Este é o primeiro tema do álbum “Ribeiro” do cantor e compositor de Beja, com estreia marcada para o próximo mês de Novembro.

Este é o quinto trabalho a solo de Paulo Ribeiro e assenta “nas suas raízes, no Cante Alentejano e noutras influências que têm marcado o seu percurso na música”. Um disco que conta, ainda, com a participação especial de Rão Kyao e do grupo coral “Bafos de Baco”, de Cuba.

Paulo Ribeiro revela que o single e o respetivo videoclipe podem ser ouvidos na página oficial do cantor que avança, ainda, que em setembro será disponibilizado outro tema. 

"Posso dizer que descobri lá (Grândola) o paraíso"

Zé LG, 18.08.19

Além de Cascais e de Sintra, gosta de ir até a Ericeira e a Peniche e de se perder no Alentejo, afirma o arquiteto e designer Philippe Starck, que elegeu Grândola, no Alentejo, para construir uma nova casa. "O que me agrada lá é que ainda nada foi profanado", justifica. "Posso dizer que descobri lá o paraíso", confessa.

Falta de médicos encerra urgência de Obstetrícia do Hospital de Beja

Zé LG, 17.08.19

mw-960.jpgÉ a segunda vez, só esta semana, que o serviço é temporariamente encerrado. Para as grávidas que se deslocarem à urgência de Obstrtrícia de Beja, a solução passa pelo encaminhamento para Évora, a 80 quilómetros, o hospital mais próximo. Ou mesmo para Faro, a 140 quilómetros.

A urgência de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Beja vai estar encerrada entre esta sexta-feira e as 8h00 de domingo, devido à dificuldade em assegurar o número de médicos necessário para o funcionamento do serviço. É a segunda vez que a situação ocorre esta semana e, pelo menos, a sétima desde o início do ano.

Entre as 6h00 de terça-feira e as 8h00 desta quarta-feira – período do encerramento anterior - “entre 4 a 6 grávidas procuraram o hospital de Beja”, não tendo sido possível o seu atendimento.

Segundo o hospital José Joaquim Fernandes, nenhum outro encerramento está previsto até ao final de agosto, “nem, em princípio, pelo menos nas duas primeiras semanas de setembro”.

 

E depois das "duas primeiras semanas de Setembro"? Como pode estar um serviço público destes estar dependente de um casal de médicos (cuja dedicação não está em causa)? É desta forma que se promove a atracção e fixação de jovens no Interior, neste caso, na região de Beja?!... O que dizem o governo e o PS desta situação? O que se compromete a fazer o PS para a resolver rapidamente, se formar novamente governo após as próximas eleições legislativas?

Hospital Central do Alentejo será “motor de desenvolvimento”

Zé LG, 15.08.19

robalo.jpgO novo Hospital Central do Alentejo, cujo concurso público para a sua construção foi já lançado, "será um motor de desenvolvimento regional e de coesão social", afirmou o presidente da Administração Regional de Saúde (ARS), José Robalo.
José Robalo sublinhou que o lançamento do concurso público para a empreitada é "mais uma etapa decisiva" para que "o novo Hospital Central do Alentejo se torne uma realidade em dezembro de 2023". "Esta é uma ambição de todos os profissionais do [atual] hospital de Évora e de toda a população do Alentejo, sendo complementar às restantes unidades de saúde da região", vincou.
A futura unidade hospitalar vai dar resposta às necessidades de toda a população do Alentejo, com uma área de influência de primeira linha que abrange cerca de 200 mil pessoas e, numa segunda linha, mais de 500 mil pessoas.

Assembleia Municipal de Beja reúne hoje, em sessão extraordinária

Zé LG, 14.08.19

AM-Beja12.jpgA Assembleia Municipal de Beja reúne hoje, às 18 horas,em sessão extraordinária, no Salão Nobre do edifício do ex-Governo Civil, para votar:
- a proposta de abertura de procedimentos do concurso de recrutamento de cargos de direcção intermédia de 2º grau;
- a proposta de assunção de compromisso plurianual – subscrição do capital social – AMGAP;
- as propostas de aprovação de repartições de encargos para as empreitadas de reabilitação do edifício na Praça da República, nº 29, em Beja; reabilitação do edifício da Piscina Descoberta e empreitada de valorização turística da albufeira dos Cinco Réis.

O direito à greve sai diminuído desta greve dos motoristas de transporte de matérias perigosas

Zé LG, 13.08.19

greve.jpgEste parece-me ser um dado objectivo. E com isto sai diminuída a capacidade de luta dos trabalhadores.

Estes trabalhadores, ao isolarem-se de todos os outros por acharem que, sozinhos, podiam “fechar as torneiras” e criar o caos no país puseram-se a jeito, gerando descontentamento e animosidade em grande parte da população.

A ANTRAM, oportunisticamente, soube aproveitar-se da situação e, "com um mamar doce", lançar o odioso da situação para cima dos trabalhadores, focando os seus argumentos no "sindicalista" / jurista / assessor / candidato que conduziu a luta para um beco sem saída, ou melhor, para a saída da luta de muitos...

O governo, pretendo fazer mais estragos eleitorais nos partidos da direita fez, o que estes dificilmente fariam e esquecendo as origens remotas do PS, tomou medidas que, objectivamente atentam contra o direito à greve e o enfraquecem.

Com isto, não digo que estes trabalhadores não tivessem legitimidade e razões para lutarem pelos seus direitos. Acho é que escolherem mal a forma, a oportunidade e os protagonistas da sua luta. E, desta forma, isolaram-se, nada conseguiram e não só saíram prejudicados como prejudicaram a luta geral dos trabalhadores.

Fotografia daqui.

Iniciativa Liberal apresenta Leonor Dargent como cabeça de lista por Beja

Zé LG, 13.08.19

Leonor-Dargent-Beja-768x432.jpegLeonor Dargent lidera a lista do partido Iniciativa Liberal por Beja às Eleições Legislativas de 6 de Outubro.  Natural de Beja, é licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Leonor Dargent afirma que o distrito de Beja tem “muito potencial”, mas tem sido “negligenciado” ao longo dos últimos anos e defende que é necessário investir na melhoria das infra-estruturas rodoviárias e ferroviárias no distrito de Beja.

Daqui e daqui.

EDP reconhece 74 cortes no fornecimento de electricidade ao Penedo Gordo desde o início de 2018

Zé LG, 12.08.19

"Os cortes que se verificam no Penedo Gordo têm origem na rede de média tensão e, sendo assim, esclareço que não são da responsabilidade da CM Beja que concessiona ao prestador de serviço apenas a rede de baixa tensão. Independentemente de "responsabilidades", a CM Beja contactou a EDP que nos informou que registou no Penedo Gordo 50 episódios de cortes em 2018 e que já contabiliza 24 episódios de cortes de janeiro até final de julho em 2019, com particular incidência nos primeiros meses do ano e nos últimos dias do mês de julho, sobretudo no dia 29 desse mês. A EDP comunicou-nos que o problema que origina os cortes é de muito difícil deteção mas que irá monitorizar ainda com maior atenção a linha que serve a localidade de Penedo Gordo de forma a poder, o mais rapidamente possível (e o mais rapidamente possível não é imediato) resolver esta problema que estava sinalizado.
Votos de uma boa semana,
Paulo Arsénio (Anónimo 12.08.2019 12:01)", aqui.


Registo e agradeço a disponibilidade de Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja, para esclarecer esta grave situação que afecta a população do Penedo Gordo, que a EDP diz não saber quando vai resolver. E se este problema se passasse na Cidade de Beja…
É este o resultado da privatização de serviços públicos.

Iluminação precisa-se

Zé LG, 12.08.19

Este é o Largo de Francisco Miguel Duarte, no Penedo Gordo. Nele existe, embora mal se veja à noite, um parque infantil, que foi arranjado no mandato anterior. Este largo só tem duas lâmpadas e só uma (a do lado direito da fotografia) virada para o seu interior. A outra (do lado esquerdo da fotografia) está virada para fora, para a rua que fica em frente. 

Largo.JPGAdmito (embora não veja porquê? que possa não ser fácil dotar o Largo de uma adequada iluminação pública. Mas não compreeendo nem aceito que não se ponha mais uma lâmpada virada para o interior do Largo e que daria alguma luz ao Parque Infantil, no poste que tem a lâmpapada virada para fora do Largo. Fica a sugestão à Autarquia.

Câmara de Cuba lança Prémio Fialho de Almeida

Zé LG, 11.08.19

fialho de almeida.jpgA Câmara Municipal de Cuba divulgou, recentemente, as normas para a atribuição do Prémio Fialho de Almeida. “São aceites a concurso obras na modalidade de coletânea de contos e romance, sendo privilegiadas as temáticas diretamente relacionadas com a região Alentejo”. Os trabalhos podem ser entregues até 31 de dezembro de 2019 e cada participante poderá apresentar uma única obra a concurso. Consultar o REGULAMENTO.

Pág. 1/3