Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Incorpora Portugal para a integrar Cáritas, Cercibeja e Cercicoa

isaurindo.jpgA Cáritas Diocesana de Beja, a Cercibeja e a Cercicoa passaram a integrar o programa Incorpora Portugal, da Fundação La Caixa, num trabalho de colaboração e partilha através da implementação de uma metodologia colaborativa, inovadora e testada desde 2006 em Espanha, e que se vai implementar nesta região, tendo em vista a integração laboral de grupos sociais vulneráveis, renovando-se constantemente em função das necessidades do mercado.
Isaurindo Oliveira, presidente da Cáritas de Beja, destaca a importância do projecto, afirmando que este é um serviço importante, mas complementar ao trabalho já desenvolvido pelas equipas e serviços instituição.

“7 Maravilhas Doces de Portugal” é hoje emitido de Beja em directo na RTP1

doces de Portugal.jpgO Largo do Museu de Beja recebe, hoje, o programa em directo na RTP1 “7 Maravilhas Doces de Portugal” numa altura em que decorre a fase de votação.

Concorrem sete doces de cada distrito e a cidade de Beja participa com qutro dos sete doces a concurso pelo distrito: Porquinho Doce, Queijinhos de Hóstia, Pão de Rala e Trouxas de Ovos.

A concurso estão, também, o bolo folhado e a sericaia, ambos do concelho de Alvito e Serpa concorre, igualmente, com as suas queijadas.

Veja aqui como se desenvolve o concurso e como pode votar.

Ideologia determina opção da gestão da água em baixa

Jorge Rosa, presidente da Câmara Municipal de Mértola e da Cimbal, acusou quem votou contra a proposta de criação da Águas do Baixo Alentejo – uma empresa que envolveria nove municípios (PS) da Cimbal e as Águas de Portugal, para gerir a distribuição de água em baixa -, de o ter feito “por pura ideologia partidária”. Outros camaradas seus, designadamente António José Brito e Paulo Arsénio, presidentes das Câmaras Municipais de Castro Verde e de Beja fizeram afirmações semelhantes.

Ora, se eleitos de outras forças políticas (CDU e BE) votaram contra (PSD e Por São Matias com Todos abstiveram-se, em Beja) aquela proposta “por pura ideologia partidária” o que dizer dos eleitos do PS dos oito dos nove municípios da Cimbal? Vejamos apenas algumas notas:

1 – Porque avançaram os eleitos do PS daqueles oito Municípios do PS sem os os quatro municípios da CDU e o de Ferreira do Alentejo (PS)?

2 – Porque “esqueceram” ou subestimaram os eleitos do PS das Câmaras de Castro Verde e de Beja que o PS não tem maioria nas respectivas Assembleias Municipais e que, conhecidas as posições da CDU e do BE, aquela proposta podia não passar, como se veio a verificar?

Em vez de acusarem outros de terem chumbado uma proposta sem os necessários estudos que a fundamentassem como a melhor, como referiu e bem Pita Ameixa, presidente da Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo (PS), os eleitos do PS deviam acusar-se a si próprios de não terem feito “o trabalho de casa” como deviam, de se terem “esquecido” de, pelo menos em duas Assembleias Municipais, precisarem dos votos de quem, à partida, era contra este caminho, de pouco ou nada terem feito para esclarecer todos os eleitos, os trabalhadores do sector e as populações das implicações da mudança proposta para a gestão da distribuição da água em baixa, como reconhece o próprio Jorge Rosa.

É claro que as posições de todos – e não apenas da CDU e do BE, como o PS afirma -, é determinada pela ideologia que cada um, o que é perfeitamente normal. Os eleitos do PS nos municípios em causa, ao escolherem e tentarem impor a sua proposta também o fizeram “por ideologia”. Se a sua é “pura” ou não é o que se pode questionar...

Comentários recentes

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

  • Anónimo

    Tal e qual ... até que enfim que alguém vai ao cer...

  • Anónimo

    Esta técnica de mal-dizer é cronicamente utilizada...

  • Anónimo

    Se são carneirinhos ou não como V.a Ex.a defende, ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds