Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Voluntária da Cruz Vermelha regressa a Moçambique em Missão Humanitária

Sandra Peixeiro, voluntária e funcionaria da delegação de Beja da Cruz Vermelha Portuguesa vai regressar à terra que a viu nascer, em Moçambique, 45 anos depois, para apoiar os que mais necessitam. Chegou a Portugal como “retornada” em 1975, com dois anos de idade. Ingressou na Cruz Vermelha, em Beja, em 2001.

Sandra-Peixeiro-768x432.jpgHá muito que alimentava a vontade de participar numa Missão Humanitária a Moçambique. O sonho concretiza-se agora. Parte, esta semana, para a cidade da Beira para ajudar vítimas do Ciclone Idai. Na bagagem leva uma vontade enorme de ajudar. Vai prestar apoio num centro de saúde materno-infantil, onde os recursos são escassos.

Associação ESTAR apresenta-se hoje em Beja

A Biblioteca Municipal de Beja - José Saramago recebe, esta tarde, às 18:30, a apresentação pública da, recém criada, Associação ESTAR e do seu projeto Ser. Nesta sessão tomam posse, também, os órgãos sociais da ESTAR.

estar 1.jpgMadalena Palma, Inês Féria e Carla Martins são os “rostos” da Associação ESTAR, que nasceu da ideia de três licenciadas em Serviço Social de criarem o seu próprio emprego, com o papel importante da Incubadora de Empresas do Baixo Alentejo neste processo.

Médicos do distrito de Beja fazem memorando sobre o estado da saúde para ser debatido na AR

070120152058-384-sadebatamdico.jpgO documento já foi enviado ao bastonário da Ordem dos Médicos que o reencaminhará para a Assembleia da República, com pedido de audiência no seio da Comissão Parlamentar de Saúde. Este é, segundo Pedro Vasconcelos, presidente do Conselho Sub-Regional de Beja da Ordem dos Médicos, mais um alerta sobre as necessidades progressivamente verificadas e as razões que as determinaram. Os problemas dos recursos humanos e as dificuldades nos investimentos para a saúde são alguns dos problemas identificados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

  • Anónimo

    Tal e qual ... até que enfim que alguém vai ao cer...

  • Anónimo

    Esta técnica de mal-dizer é cronicamente utilizada...

  • Anónimo

    Se são carneirinhos ou não como V.a Ex.a defende, ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds