Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Festas de Beja

Zé LG Zé LG, 29.05.19

Festas da Cidade.jpgPorque não se aproveita o Feriado Municipal e o fim-de-semana para fazer umas Festas da Cidade (ou do Concelho) com evocação de factos históricos marcantes, encontros com bejenses ilustres, piqueniques em locais aprazíveis com histórias para contar, homenagem a pessoas e entidades do Concelho que se tenham destacado no último ano e outras iniciativas envolvendo o movimento associativo? Não seria mais interessante do que realizar mais estas Festas, uma semana depois de mais uma Beja Romana?

"É esta a forma escolhida pelo povo português para manifestar a sua revolta e o seu enfado com os políticos"

Zé LG Zé LG, 29.05.19

"Agora o que é interessante, e este teu blog é local indicado, é analisar estes números nas suas variadas vertentes e retirar as devidas ilações dos mesmos.
Pois o que sucede em todas as eleições, é que os média apenas falam e debatem o que interessa aos poderes instituídos, excluindo tudo e todos que tentem dizer o que quer que seja que os ponha minimamente em causa.
E muito menos, não querer perceber de modo algum que é esta a forma escolhida pelo povo português para manifestar a sua revolta e o seu enfado com os políticos em geral, a corrupção que grassa por todo o lado e o próprio estado da Nação.
Em alguns países, vota-se por estes motivos na extrema direita. Cá não se vota, vota-se em branco ou utiliza-se o voto escrevendo palavrões ou fazendo manguitos.
...
E por último, cai-se na real, e olha-se com espanto para como é que é possível que com apenas 8,2 pessoas em 100 a lhe darem o seu voto. Ou seja, um partido em quem 91,8% dos eleitores não votaram. Domine o país e as autarquias, e faça uma autentica festa a celebrar este deprimente resultado?"

Anónimo 28.05.2019 17:18, aqui.