Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Fernanda Mestre morreu

fERNANDA.jpgMaria Fernanda da Costa Pereira Mestre faleceu, no passado dia 25. Tinha 82 anos e era viúva e natural de Lisboa, residente em Beja há dezenas de anos.

A Fernanda Mestre era um pessoa muito conhecida em Beja, pelas diversas actividades que desenvolveu, tendo alcançado maior notoriedade quando, desde os primeiros tempos e durante muitos anos, foi radialista na Rádio Voz da Planície, onde animou programas de grande audiência e muito populares.

Conheci e relacionei-me de perto com a Fernanda Mestre quando ambos militámos do PCP, integrando em simultâneo algumas das suas organizações locais.

A Fernanda Mestre era uma Mulher um pouco à frente do seu / nosso tempo. Interveio activamente na política, na rádio e na sociedade em geral. Era uma Mulher educada, sensível, simpática, discreta e amiga, que sabia ouvir. Apesar da sua vida nem sempre ter sido fácil não lhe ouvi um só queixume.

Só hoje, ao ler necrologia no Diário do Alentejo, soube do seu falecimento.

À família apresento os meus sentidos pêsames.

"A Agricultura e o Ambiente no Mediterrâneo"

CEBAL-768x512.jpg… é o tema central das primeiras Jornadas MED, que se vão realizar no Polo da Mitra da Universidade de Évora, nos dias 27 e 28 de junho, para dar visibilidade à investigação que já é desenvolvida nos quatro centros de investigação do Sul, que pretendem criar o MED - (que em português pode ser traduzido como Instituto para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento no Mediterrâneo), já candidatado à Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), que, a ser aprovado, irá permitir aos quatro centros envolvidos "aumentarem a sua massa crítica e o tipo de sistemas acerca dos quais podem dar resposta em termos de investigação".

Do Alentejo, a iniciativa tem a participação do ICAAM e do Polo de Évora do Cibio - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos, ambos da UÉ, assim como do Centro de Biotecnologia Agrícola e Agroalimentar do Alentejo (CEBAL), localizado em Beja. O MeditBio - Centro para os Recursos Biológicos e Alimentos Mediterrânicos da Universidade do Algarve é a outra unidade de investigação participante no projeto.

Estes quatro centros atuam em áreas complementares e, como somos todos focados sobre sistemas do Mediterrâneo, achámos que faria sentido juntarmos esforços", destacou Teresa Pinto Correia, diretora do Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas (ICAAM) da Universidade de Évora (UÉ).

Festas de Beja

Festas da Cidade.jpgPorque não se aproveita o Feriado Municipal e o fim-de-semana para fazer umas Festas da Cidade (ou do Concelho) com evocação de factos históricos marcantes, encontros com bejenses ilustres, piqueniques em locais aprazíveis com histórias para contar, homenagem a pessoas e entidades do Concelho que se tenham destacado no último ano e outras iniciativas envolvendo o movimento associativo? Não seria mais interessante do que realizar mais estas Festas, uma semana depois de mais uma Beja Romana?

Pág. 1/11

Comentários recentes

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

  • Anónimo

    Tal e qual ... até que enfim que alguém vai ao cer...

  • Anónimo

    Esta técnica de mal-dizer é cronicamente utilizada...

  • Anónimo

    Se são carneirinhos ou não como V.a Ex.a defende, ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds