Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Fórum Romano de Beja abandonado atrás das papoilas

Os alicerces do templo que obrigou a reconfigurar a história de Beja estão abandonados. Desde a sua redescoberta em 2008 sofreu mais estragos que nos 2000 anos anteriores.

safe_image.jpg

Paulo Arsénio admite “aterrar tudo (o que foi descoberto) para que depois (no futuro) possam ser tratadas, justificando uma tal hipótese com a “ falta de projecto de musealização” para um monumento que é único a nível nacional.

Entretanto, há muros do fórum romano que já caíram. Áreas sensíveis das escavações ficaram a meio e não estão devidamente protegidos e já se verificaram perdas de informação científica.

A indefinição estende-se ao edifício vizinho que foi recuperado para instalar o Centro de Arqueologia e Artes. Está pronto há dois anos mas continua encerrado, apesar das obras de restauro terem implicado um investimento de 2,2 milhões de euros, financiado através do Fundo Jessica.

Direitas derrotadas em Espanha

PSOE.jpgCom 99,63% dos votos já contados, o PSOE consegue 28,7%, o que lhe dará 123 deputados. Já o Podemos de Pablo Iglesias atinge 14,3% dos votos e 42 deputados.

O PP de Pablo Casado é o grande derrotado da noite. Perde representação parlamentar, tendo conseguido apenas 16,7% dos votos, ou seja, 66 lugares no Parlamento. Em 2016 tinha tido 137 mandatos, ou seja, perde mais de metade dos lugares.

O Cidadãos de Alberto Rivera teve um bom resultado (15,8% dos votos e 57 deputados), e os ultranacionalistas do Vox garantem a entrada no Parlamento espanhol nacional com 10,3% dos votos, o que lhe dá 24 lugares. Mesmo assim, aquém daquilo que previam as sondagens.

A taxa de participação nestas eleições foi de 75,75%.

Com estes resultados e projeções, Pedro Sanchez do PSOE precisa, segundo as contas do El Mundo, de pelo menos uma parte dos independentistas para formar governo. Uma das opções poderá passar por juntarem-se ao Podemos, ao PNV, e ao ERC.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

  • Anónimo

    Tal e qual ... até que enfim que alguém vai ao cer...

  • Anónimo

    Esta técnica de mal-dizer é cronicamente utilizada...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds