Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Conferência “Nos idos dos Cesares por terras de Pax Julia” na Rua do Sembrano

Zé LG Zé LG, 14.03.19

20190313093945353.jpgIntegrada no ciclo expositivo “Sob a terra e as águas-Porque há sempre novas histórias para contar....”, realiza-se, esta noite, no núcleo museológico da Rua do Sembrano, a conferência intitulada “Nos idos dos Cesares por terras de Pax Julia”, que tem como oradora convidada Conceição Lopes, arqueóloga, professora na Universidade de Coimbra e coordenadora do CEAACP-Centro de estudos de Arqueologia, Artes e Ciências do Património.

Daqui e daqui.

Maria Antonieta Oliveira apresenta “Os Sons do Silêncio” em Vidigueira

Zé LG Zé LG, 14.03.19

livro.jpg

No Centro Multifacetado de Novas Tecnologias, em Vidigueira, realiza-se esta tarde, a apresentação do livro de poesia “Os Sons do Silêncio” da autoria de Maria Antonieta Oliveira, natural de Vidigueira, nascida em 1948, que tem cinco livros editados, 4 deles de poesia e um romance.

Maria Antonieta Oliveira afirma que “Os Sons do Silêncio” retratam muitos dos sons que ouvimos só em pensamento e os poemas que fazem parte deste livro retratam muito da sua vida pessoal, das suas vivências.

Entrega de Prémios “Mais Alqueva Mais Valor” na EDIA

Zé LG Zé LG, 14.03.19

050620132247-399-rega.jpgRealiza-se nesta quinta-feira, dia 14, às 14.30 horas, no auditório da EDIA a cerimónia de entrega dos prémios “Mais Alqueva Mais Valor”.

Este ano na primeira edição, os Prémios “Mais Alqueva, Mais Valor”, têm como objetivo identificar e dar visibilidade às empresas, pessoas e instituições que contribuem para a eficiente utilização dos recursos naturais, com especial enfoque no recurso água e são uma iniciativa integrada no projeto ALA – Agendas Locais da Água no Alentejo, financiado pelo Fundo Ambiental e desenvolvido em consórcio liderado pela EDIA, com a Consulai e a Universidade de Évora.

ULSBA perde médicos e técnicos superiores de saúde e de diagnóstico e terapêutica

Zé LG Zé LG, 14.03.19

saude.jpgEm 2015 a ULSBA tinha 91 médicos especialistas e em 2018 83.

O número de médicos internos era de 55 internos em 2015 e de 48 em 2018.

Os técnicos superiores de saúde caíram dos 31 em 2015 para os 16 em 2018.

Os Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica caíram dos 108 em 2015 para os 93 em 2018.

Apenas o número de enfermeiros subiu de 374 em 2015 para 411 em 2018.

Daqui.