Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Ferreira do Alentejo tem plano para “a promoção da excelência educativa”

FA-768x432.jpgA Câmara de Ferreira do Alentejo, o Agrupamento de Escolas e a Universidade Nova de Lisboa criaram um plano de desenvolvimento e qualidade da educação que será implementado no concelho, em três anos epretende “capacitar as escolas e a comunidade para a promoção da excelência educativa, dotar tecnicamente o município para adoptar planos e estratégias que contribuam para o desenvolvimento educativo local e monitorizar as boas práticas escolares”. O arranque do projecto deverá acontecer no 2º ou 3º período.

"Participação cidadã e redes sociais: uma contradição insanável?”

PM.jpg«...

Uma maior participação cidadã, em Beja ou em outra qualquer parte do país é sempre de enaltecer, o que poderia ser reforçado com a “democratização da opinião” proporcionada pela internet, nomeadamente pela blogosfera e depois pelo facebook, pelo facto de o acesso a estes novos meios de comunicação ter trazido novas possibilidades para a difusão e para o debate de ideias, em liberdade e quase sem limites.

Só que, infelizmente, não é isso que se passa, gerando-se uma improvável e insanável contradição entre o que parecia ser um importante contributo para a participação cidadã e os resultados obtidos nas redes sociais. ...»

Leia aqui todo o texto de José Filipe Murteira

Marcha silenciosa pelas vítimas de violência doméstica em Lisboa

20190208122241571.jpgNove mulheres foram mortas em Portugal só nas primeiras cinco semanas deste ano e é contra este flagelo que se realiza, neste domingo, dia 10, em Lisboa, uma marcha silenciosa pelas vítimas de violência doméstica. A marcha silenciosa começa às 15.00 horas, na Praça do Marquês de Pombal.

Nos últimos anos perto de 520 mulheres foram assassinadas em contexto de relações de intimidade. São centenas os filhos e as filhas órfãos destas mortes.

Comentários recentes

  • Anónimo

    M. Frade, não compreendeu o que petendi dizer com ...

  • Munhoz Frade

    Quis dizer “gerar” e não “gerais”. Não reparei na ...

  • Anónimo

    Seria voltar a focar as questões ligadas ao modo d...

  • Munhoz Frade

    Um pouco de polémica, meu caro ZLG:Sabemos que cau...

  • Anónimo

    É pena que o próprio DA não se tenha interessado p...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds