Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Governo está a “preparar um Plano de Contingência para situação de seca”

Capoulas.jpgO Ministro da Agricultura esteve ontem, em Beja, onde revelou que o Governo está a “preparar um Plano de Contingência para situação de seca”.

Capoulas Santos esteve reunido, na EDIA, com o Conselho para o Acompanhamento do Regadio de Alqueva (CAR Alqueva) para começar a preparar a próxima campanha de rega.

Um terço do território nacional está em seca moderada. O Ministro da Agricultura referiu que o cenário ainda não é grave, mas não afastou a hipótese de avançar com um plano de contingência.

O Alentejo não deverá sofrer grandes problemas com a seca. O Governante salientou que a Barragem de Alqueva “está a revelar plenamente a sua eficácia e a sua capacidade para responder [em situações de seca]. Neste momento, Alqueva tem capacidade disponível para manter uma campanha agrícola normal”.

A culpa é do PCP

1200px-Logo_Kommunistische_Partei_Portugals.svg.pnDeclaração de interesses: Há uns anos que saí do PCP, partido em que militei mais de 35 anos.

Acho curioso que o PCP seja responsabilizado porque promove iniciativas mobilizando pessoas para contestar políticas do governo, porque não as promove e também porque apoia algumas políticas e medidas do governo. Mas isto não é o normal? Não é isto que deve ser um partido responsável, que se comprometeu com o partido (PS) que governa no apoio a algumas políticas, mas mantém a independência em relação ao governo, que lhe permite contestá-lo sempre que com ele não está de acordo? O PCP nunca disse que ao apoiar este governo iria apoiar todas as suas políticas e medidas, nem que conseguiria com ele tudo o que defende.

O mesmo se aplica aos outros partidos que assumiram posições semelhantes no apoio à constituição deste governo.

Museu continua a ser uma “batata quente” da Câmara de Beja e usado como arma de arremesso político

201902112109502383.jpgO Museu de Beja, que deveria ser tratado com a importância que tem para a afirmação e promoção de Beja, continua a ser encarado pela Câmara Municipal como se de uma “batata quente” se tratasse e de que se quer ver livre quanto antes. Por outro lado, em vez das diversas forças assumirem posições claras sobre o Museu, usam-no como arma de arremesso político. Depois do debate na Assembleia Municipal, pelos relatos feitos aqui e aqui, mantém-se as dúvidas que aqui coloquei.

Comissão de Utentes de Beja saiu à rua em vigília em defesa da saúde

20190226_181320.jpgA Comissão de Utentes de Beja realizou, ontem, a sua primeira ação. Uma vigília, à porta do Hospital José Joaquim Fernandes, em defesa da saúde. Nesta ação, a Comissão de Utentes chamou a atenção para a situação em que se encontra o Hospital José Joaquim Fernandes – instalações, equipamentos, pessoal – e pediu o arranque rápido das obras da 2ª fase de requalificação deste espaço.

20190226184354498.jpg

A Comissão de Utentes de Beja quer denunciar e fazer parte da resolução dos problemas da região, na área da saúde e diz estar disponível para colaborar com as entidades responsáveis.

Ler e ouvir aqui e aqui.

Concentração Vigília PELA SUA SAÚDE esta tarde em Beja

vigilia.jpgA Comissão de Utentes de Beja realiza, esta tarde, uma vigília em defesa da saúde, junto à entrada principal do Hospital José Joaquim Fernandes. Denunciar o estado em que se encontra o Hospital de Beja - instalações, equipamentos e pessoal -, assim como exigir o início, rápido, da 2ª fase das obras de requalificação deste espaço são algumas das motivações desta ação.

A vigília começa às 18.00 horas, para se prolongar até às 20.00 horas e visa, igualmente, alertar para o ataque que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) está a ser sujeito.

Leia e oiça mais aqui e aqui.

"agora não dá jeito, é um mau momento"

“… vivemos cada vez mais sufocados pelo centralismo, incapazes de dar resposta à falta de profissionais de saúde, médicos em particular, fruto de uma estratégia que não é, garantidamente, a melhor e a que melhor serve os interesses e necessidades dos nossos utentes, em que não há tempo, não há espaço nem recursos para planificar a médio e/ou longo prazo, onde todos os dias,uns atrás dos outros, andamos a apagar fogos para que a nossa população não fique privada de um direito fundamental, que é o direito à saúde e que os nossos representantes locais simplesmente viram costas ou se não o fazem, definitivamente não se querem comprometer com uma solução já que ao fazê-lo poderiam estar a melindrar o sectarismo partidário que nos chega de Lisboa!...”

Comentário de Vitor Paixão 25.02.2019 00:44, que pode ler na íntegra aqui.

Morreu Maria José Palma Cruz

Maria josé cruz.pngMaria José Palma Cruz, de 82 anos, natural de Beja, faleceu ontem em sua casa, tendo o funeral sido realizado esta tarde para o Cemitério de Beja. Só agora vi a notícia.

Conheci a Dona Maria José, há 36 anos, quando assumi a presidência dos então Serviços Municipalizados de Beja (hoje EMAS), de que foi funcionária e se aposentou. Era uma Senhora de bom trato, simples e bem disposta com quem sempre mantive uma relação cordial. Há já muitos anos que não tinha notícias dela.

À família apresento os meus sentidos pêsames.

Pág. 1/9

Comentários recentes

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

  • Anónimo

    Alguém sabe em que dia desfila o imperador, as oda...

  • Munhoz Frade

    Um desabafo como este do Vitor Paixão é um momento...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds