Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

NET faz greve hoje

Zé LG Zé LG, 18.01.12

Imagine esta situação: tenho este blogue no SAPO. Não o abri para fazer dinheiro ou partilhar conteúdo protegido por direitos de autor, mas porque gosto de partilhar ideias e vivências com outras pessoas.
Como o blogue recebe visitas e comentários, numa Internet portuguesa imersa numa “SOPA” (Stop Online Piracy Act) legislativa com os mesmos condimentos da que está a ser provada nos Estados Unidos, poderiam fechar-me o blogue de um dia para o outro, bastando que um visitante colocasse na zona de comentários, sem eu me aperceber, um link para um site pirata.


Em última análise, por absurdo que pareça, um único link poderia conduzir ao encerramento do próprio serviço de blogues do SAPO, caso este se recusasse a ceder às exigências do detentor de copyright do material pirateado.

Esta uma das possíveis consequências práticas apontadas pelos que combatem esta legislação. Gigantes da web como a Google ou fundações online como a Wikimedia e a Mozilla, responsável pelo browser Firefox, consideram que situações semelhantes poderão mesmo vir a suceder, caso os projetos de lei Stop Online Piracy Act, mais conhecido pelo acrónimo SOPA, e o Protect IP Act (PIPA), sejam aprovados pelo Senado americano. E, numa atitude sem precedentes, várias empresas – Google, Yahoo!, YouTube, Facebook, Twitter, AOL, LinkedIn, eBay, Mozilla, Reddit, a Wikimedia, entre outras – formaram uma aliança temporária para combater o SOPA e programaram para hoje, 18 de Janeiro, várias ações de protesto e pressão sobre os senadores americanos.
O senador republicano que redigiu o Stop Online Piracy Act, Lamar Smith, já veio a público criticar as empresas que aderiram à «greve», dizendo que se trata apenas de um «golpe publicitário». «Esta lei não prejudicará a Wikipedia, os blogues pessoais ou as redes sociais. Os mentores deste protesto estão a prestar um mau serviço aos utilizadores, pois escolheram promover o medo e não os factos».
In:

http://noticias.sapo.pt/tec_ciencia/artigo/hoje-a-net-faz-greve_2252.html

e http://oglobo.globo.com/economia/wikipedia-em-ingles-sai-do-ar-contra-lei-antipirataria-3699933

3 comentários

Comentar alvitre