Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Centro de Interpretação e Observatório para a Fauna vai ser criado em São João dos Caldeireiros

201812261526079364.jpgA Freguesia de S. João dos Caldeireiros, no concelho de Mértola vai ter um Centro de Interpretação e Observatório para a Fauna, que surge no âmbito do projecto “Por Terras do Lince Ibérico”, resulta de uma parceria entre a ADPM-Associação de Defesa do Património de Mértola e as juntas de freguesia de São João dos Caldeireiros e de Alcaria Ruiva, conta ainda com o apoio do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e é co-financiada pelo Turismo de Portugal através do programa Valorizar-Linha de Apoio à Valorização Turística do interior.

Esta obra, para além do interesse da população vai também servir para acolher os visitantes para uma observação do território sobre o habitat do Lince Ibérico.

Nova ETAR de Beja entra em funcionamento em 2019

060320171621-840-NovaETARBeja.jpgA nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Beja está dimensionada para servir toda a cidade de Beja, com uma capacidade para tratar diariamente 5 000 m3 de águas residuais urbanas.

O investimento é da Águas Públicas do Alentejo e vai dotar Beja de uma infra-estrutura de “primeira linha”, que “colocará Beja como uma referência ao nível do tratamento de águas residuais urbanas”.

A nova infraestrutura vai permitir desativar duas ETAR que, pela sua tecnologia e dimensionamento, não são já suficientes para tratar adequadamente os efluentes e irá também contribuir para a melhoria da qualidade do ecossistema fluvial da bacia hidrográfica da Albufeira do Roxo, que é também a principal origem de água para abastecimento à cidade de Beja.

Expansão do Parque das Empresas de Ferreira do Alentejo com Financiamento Comunitário

201812261625113766.jpgFoi aprovado o financiamento comunitário para a expansão do Parque das Empresas de Ferreira do Alentejo. Trata-se de um investimento de cerca de 2 milhões e 60 mil euros, com uma comparticipação através do FEDER de 85% a fundo perdido. 

Com esta aprovação vai ser possível expandir em 7,36 ha a área já existente, acrescentando 38 novos lotes aos que já existem actualmente.

Fundação Berardo instala dois museus em Estremoz

image_content_1936813_20181227104543.jpgA Fundação Berardo vai instalar um museu dedicado à arte africana na cidade de Estremoz no antigo edifício da Federação Nacional dos Produtores de Trigo, situado na Rua Serpa Pinto, que se encontra devoluto e já foi adquirido pela Fundação Berardo, estando em fase de preparação as obras de recuperação.

Ao mesmo tempo e com um investimento de 2,5 milhões de euros, decorrem as obras do futuro Museu Berardo Estremoz, da Coleção Berardo, que vai ficar instalado no Palácio Tocha, com abertura prevista para o verão de 2019, com algumas das coleções particulares de José Berardo, além dos cerca de 1.500 painéis que integram a coleção de azulejos, com exemplares do século XV até à atualidade.

A gestão deste museu vai ser feita ao abrigo de uma parceria entre a Coleção Berardo e o município de Estremoz.

Oito das 100 melhores fotografias do portal Space.com são do céu alentejano de Alqueva

Das 100 melhores fotografias do espaço de 2018 selecionadas pelo portal norte-americano Space.com, 10 são de Miguel Claro, o conhecido fotógrafo do céu de Alqueva e 8 delas são mesmo do Dark Sky Alqueva, classificado pela UNESCO como "Starlight Tourism Destination".

aHR0cDovL3d3dy5zcGFjZS5jb20vaW1hZ2VzL2kvMDAwLzA3OS

O portal, www.space.com, de notícias ligadas ao espaço e astronomia, ciência e tecnologia, faz assim figurar ao lado de imagens de Marte, da Via Láctea, de uma aurora boreal no Alasca ou de um pôr do sol em Nova Iorque, 8 imagens do céu alentejano de Alqueva.

Governo prometeu abertura da A26 para final de 2018 mas esta continua encerrada

201812191642212943.jpgNo programa da RTP “Prós e Contras”, do passado dia 8 de outubro, o secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme de W. d'Oliveira Martins, foi confrontado com a questão da A26 continuar encerrada porque faltava anunciar o aeroporto do Montijo e o secretário de Estado das Infraestruturas respondeu, esclarecendo o que estava em falta e dizendo que uma coisa nada tinha a ver com a outra. O governante foi claro ao revelar que se esperava ter tudo resolvido até ao final deste ano. A verdade é que 2018 termina segunda-feira e a promessa não está cumprida.

Munhoz Frade expectante sobre a posição de Pedro do Carmo na próxima votação na Lei de Bases da Saúde

5306_2894468417827_1965349122_n.jpgAproxima-se o momento em que os deputados decidirão o futuro do Serviço Nacional de Saúde. Como subscritor de um documento sobre a Lei de Bases da Saúde, quero deixar aqui bem claro que estarei atento às posições tomadas pelos deputados do distrito de Beja quanto a essa matéria. De João Dias, conto que tome uma posição coerente com a convergência política que defendemos. Quanto a Pedro do Carmo, mantenho a expectativa. Não deixarei de aqui verberar quem não defender o reforço do SNS. Nunca aceitaria dar por perdidos quarenta anos de empenho a essa causa.
Munhoz Frade 28.12.2018 23:14, aqui.

Hospital de Beja com visitas livres aos doentes até à próxima Quarta-Feira

Paciente-768x432.jpgOs doentes Internados no Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja podem receber visitas livres até à próxima quarta- feira, dia 2 de Janeiro.

As entradas são feitas sem necessidade do cartão de visitante, excepto nos Serviços de Pediatria, de Obstetrícia e Internamento de Psiquiatria e nas Unidades de Neonatologia, Cuidados Intensivos Polivalentes e Cuidados Intermédios de Cardiologia. Apesar disso, “para o respeito e bem- estar do doente não devem estar mais de duas visitas em simultâneo” [junto do doente].

A CIMBAL não esclarece e o PCP cala-se?! Isto está a ficar bonito...

Cada vez mais, tenho mais dificuldade em aceitar esta forma de fazer política e cada vez reconheço menos o PCP,  pelo menos aqui por Beja.

Como escrevi no anterior alvitre, a Cimbal tem legitimidade institucional para nomear o director do Diário do Alentejo. Mas devia fazê-lo de forma transparente, tal como o próprio Paulo Barriga disse, ao defender a realização de um concurso público que fosse verdadeiro, livre e aberto ou então que a CIMBAL assumisse pública e politicamente que quer “esta” ou “aquela” pessoa à frente do jornal e avançasse com a sua nomeação.

Assim, com este procedimento, ficou na opinião pública a certeza de que a Cimbal quis afastar Paulo Barriga da Direcção do Diário do Alentejo. A Cimbal, instada a fazê-lo, não disse se Paulo Barriga podia continuar a dirigir o Jornal e em que condições. Antes pelo contrário, o seu presidente disse que, neste momento, o jornal está “meio apático”... Ou seja, que precisa de ser "dinamizado" por alguém que não que o deixou ficar assim... 

Que os eleitos do PS assim actuem, ainda compreendo, embora não concordando, porque querem um jornal mais "dinâmico" num ano de eleições. Agora que os eleitos da CDU votem favoravelmente a abertura de um concurso naquelas condições, que permite a "escolha" de um novo director à medida dos interesses do PS e se calem perante a indignação geral da opinião pública já me parece mais difícil de entender... Será que vão continuar calados? E a DORBE também? E os outros partidos também não têm nada a dizer? Que raio de unanimidade é esta?

Que unanimidade é essa que quer “modernizar” o Diário do Alentejo?

201812261723343913.jpgPaulo Barriga defende a realização de um concurso público para a direcção do Diário do Alentejo que seja verdadeiro, livre e aberto mas como, na sua opinião, não é isso que está acontecer considera que a CIMBAL devia assumir publica e politicamente que quer “esta” ou “aquela” pessoa à frente do jornal e avançava com uma nomeação.
Jorge Rosa, presidente do Conselho Intermunicipal da CIMBAL, diz que o que se pretende é que o Diário do Alentejo passe a ser moderno, com uma edição on-line e com um site apelativo e atractivo porque, na sua opinião, neste momento o jornal está “meio apático” e recorda que o concurso foi aprovado por unanimidade pelo Conselho Intermunicipal.

 

O Diário do Alentejo, embora sendo propriedade da CIMBAL, é património da região. Tendo a sua proprietária legitimidade institucional para nomear o seu director, não deve utilizar essa prerrogativa para pôr em causa a estabilidade e o nível editorial alcançados nos últimos anos. O concurso aberto, pela excentricidade dos crítérios definidos, é tudo menos transparente e, em consequência, susceptível das piores conjecturas. Como tal, a Cimbal deverá esclarecer totalmente as dúvidas que têm sido levantadas sobre as suas reais intenções com a abertura deste concurso.

Pág. 1/10

Comentários recentes

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

  • Anónimo

    Tal e qual ... até que enfim que alguém vai ao cer...

  • Anónimo

    Esta técnica de mal-dizer é cronicamente utilizada...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds