Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

NOJO

... é uma palavra forte mas talvez seja a palavra adequada para traduzir o que sinto quando oiço políticos, que tiveram responsabilidades governativas, a acusar políticos em exercício de responsabilidades por situações que já existiam no tempo em que eles estiveram no poder.
Veja-se, a título de exemplo, os comentários da líder e de outros membros do CDS que estiveram no governo a acusar os actuais governantes pela derrocada da estrada nas pedreiras de Borba... É preciso não ter um pingo de vergonha... Então porque não tomaram eles as medidas que hoje preconizam? Não existia já o problema? Não existiam já estudos e indicações sobre o que devia ser feito?
É evidente que existem responsáveis e que as responsabilidades devem ser apuradas e delas serem tiradas as devidas consequências. Mas isto não justifica este atirar (alijar) de responsabilidades para os outros por quem podia e nada fez.

 

(Referi o caso dos dirigentes do CDS, porque comecei ontem a ouvir o ex-ministro Mota Soares e não fui capaz de continuar, porque senti... nojo. Esta foi apenas a gota de água que me levou a escrever o que escrevi. Não reduzo este sentimento apenas a estes... )

IPBeja distinguido com o Prémio Boas Práticas pela Agência Nacional Erasmus+

201811201025293636.jpgO projecto de mobilidade Erasmus+ Higher Education Student and Staff Mobility do IPBeja, foi distinguido pela Agência Nacional Erasmus+ como uma Boa Prática.

De acordo com a análise da Agência Nacional Erasmus+, o Instituto Politécnico de Beja concretizou o seu projecto com distinção, tendo garantido uma excelente taxa de execução das actividades (119%) e do financiamento (100%). Foi sublinhado o facto de, o IPBeja, apresentar uma relação sólida e bem caracterizada com os parceiros, que evidencia o cumprimento das questões formais e qualitativas do Programa.

CP espera regularizar ligações a Beja no 2º trimestre de 2019

CMBeja-768x432.jpgDe acordo com a Câmara de Beja, na reunião que teve com o CA da CP, este “garantiu que durante o 2º trimestre de 2019 conta ter a situação regularizada, repondo uma qualidade mínima de serviço que assegure, nomeadamente, pontualidade nos horários e fim de supressões de circulação de composições, através do reforço de unidades a operarem na linha que serve Beja”.

A Câmara de Beja “reitera os esforços para incluir a electrificação da linha entre Beja e Casa Branca no Plano Nacional de Investimentos 2030, insistindo junto da Administração Central para o conseguir”.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

  • Anónimo

    Tal e qual ... até que enfim que alguém vai ao cer...

  • Anónimo

    Esta técnica de mal-dizer é cronicamente utilizada...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds