Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

AMALENTEJO DENÚNCIA “PRESSÕES” PARTIDÁRIAS SOBRE COMISSÃO PROMOTORA

Zé LG Zé LG, 20.06.18

AMALENTEJO_-1-768x432.jpg

O Movimento AMAlentejo denuncia “uma enorme pressão partidária” sobre cada um dos elementos da sua Comissão Promotora, lembrando que a Comissão integra pessoas de todos os quadrantes políticos e que todos os partidos foram convidados para intervir no Congresso agendado para o final do mês. 

O AMAlentejo questiona se “será muito pedir aos Partidos que não exerçam pressões sobre os seus membros que estão na Comissão Promotora do AMAlentejo para que não subscrevam a Petição Pública “Inscrever o Alentejo no PNPOT?”.

Na Petição, é proposto o aproveitamento do Aeroporto de Beja em alternativa à criação de um novo Aeroporto na Base Aérea do Montijo, a modernização / electrificação de toda a linha ferroviária do Alentejo e a conclusão de algumas vias fundamentais inscritas no Plano Rodoviário Nacional, como o IP8 em perfil de auto-estrada, o IC13, o IC27, o IC4, entre outros.

JOÃO DIAS VISITOU ALVITO E RECOLHEU PREOCUPAÇÕES RELACIONADAS COM A SAÚDE E LIGAÇÕES RODOVIÁRIAS

Zé LG Zé LG, 20.06.18

JooDias.jpg

João Dias, deputado do PCP, eleito por Beja, esteve esta semana de visita ao concelho de Alvito, de onde recolheu preocupações relacionadas com as questões da saúde e das ligações rodoviárias a este concelho, especialmente algumas estradas nacionais que asseguram a ligação ao concelho também estão nas preocupações do parlamentar.

João Dias visitou ainda a fábrica de bagaço de azeitona de Alvito e ficou satisfeito com o facto, de ter encontrado uma realidade bem diferente da de Fortes.

GOVERNO "DESISTIU" DO BAIXO ALENTEJO ATÉ 2030

Zé LG Zé LG, 20.06.18

EstaoCPBeja.jpg

O Programa Nacional de Investimentos (PNI) 2030 tem 40 projectos listados, metade dos quais ferroviários. A electrificação da linha ferroviária entre Beja e Casa Branca ficou fora do plano de investimentos.

O governo vai lançar debates temáticos em todo o país de modo a obter contributos para o Programa.

Os deputados eleitos por Beja não se resignam. Pedro do Carmo, do PS, assegura que não “baixará os braços” e estará na “linha da frente”, reivindicando a electrificação da ferrovia a Beja. João Dias, do PCP, considera que Beja corre o risco de ver encerrada a linha e garante que vai avançar com novas iniciativas na AR em defesa da electrificação da linha ferroviária. Nilza de Sena, do PSD, frisa que o Governo “desistiu” do Baixo Alentejo e considera que é “inadmissível” que sejam considerados investimentos em regiões mais ricas em detrimento das mais pobres. 

Veja e oiça também AQUI, de onde copiei a foto.