Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

ALENTEJO COM APENAS 2,1 CAMAS DE INTERNAMENTO POR MIL HABITANTES

Zé LG, 18.04.18

camas-hospital-768x512.jpg

Em 2016 o Alentejo era a região do país com menos camas de internamento por mil habitantes. Os dados constam da edição anual das estatísticas da saúde, publicadas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em matéria de regiões, a distribuição do número de camas de internamento por mil habitantes revela valores mais elevados nos Açores (6,2 camas por mil habitantes) e na Madeira (7,1 camas por mil habitantes). No Alentejo, o mesmo indicador era de apenas 2,1 camas por mil habitantes, o mais baixo do país.

“Beja Merece+” já recolheu 23 mil assinaturas

Zé LG, 18.04.18

Beja +.JPG

Neste momento, a petição promovida pelo Movimento “Beja Merece +” já atingiu as 20 mil assinaturas, número necessário para que o documento seja debatido na Assembleia da República. O Movimento pretende entregar a petição, no dia 10 de maio, data em que está previsto um protesto junto ao Parlamento.  Florival Baiôa afirma que, para já, o Movimento pretende concretizar dois objetivos: estar presente no domingo da Ovibeja, dia 29 de abril, com uma ação de divulgação do “Beja Merece +” e organizar uma excursão cultural a Lisboa, no dia 10 de maio, como forma de protesto de todos os baixo alentejanos que exigem a conclusão da A26, a eletrificação da linha de caminho de Ferro Casa Branca-Beja-Funcheira, investimento no aeroporto de Beja e melhores serviços de saúde para a região.