Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

O ESTADO DA SAÚDE NA REGIÃO

IMG_3934.JPG

Estiveram cerca de 50 pessoas no debate, que houve pouco porque o formato, com quatro painéis e dez convidados, não facilitou.

Algumas conclusões que tirei:

Não existe um projecto de serviço de saúde para a região, que atraia e motive os profissionais e mobilize e una as forças vivas e as populações na sua concretização.

Os autarcas e profissionais da Saúde receiam que a descentralização de competências para as autarquias contribua para agravar a situação e as assimetrias regionais.

A CIMBAL ainda não sabe quando vai indicar o seu representante no CA da ULSBA, não tendo esclarecido porquê, mas afirmando que o ia fazer.

Valoriza-se mais o tratamento do que a prevenção da doença, mais a doença do que o doente. Assim, não admira que a Urgência, construída para receber 40 mil doentes, receba 100 mil.

Há falta de médicos (apenas 67% dos lugares estão preenchidos e a sua contratação é dificultada e grande parte deles tem mais de 50 anos), de enfermeiros e de outros profissionais. A situação não é pior graças à dedicação dos profissionais.

Há falta de equipamentos, ou porque nunca existiram ou porque estão obsoletos.

A construção do Hospital Central em Évora não irá retirar valências ao de Beja, garantiu o presidente da ARSA, que acrescentou que este e outros se devem afirmar nalgumas valências.

O Prof. Machado Caetano, presidente do Conselho Consultivo, frisou a prioridade que deve ser dada à prevenção e que está a promover, com as escolas, um projecto de promoção da saúde.

No final, alguns quizeram deixar uma mensagem de esperança na melhoria do estado da saúde na região, que não é famoso mas também não é tão mau como alguns afirmam.

Qual a sua opinião?

FÓRUM SOCIAL DE MÉRTOLA REÚNE PROFISSIONAIS DO ALENTEJO

Fórum Social_2018.jpgA Câmara Municipal de Mértola e a Rede Social do Concelho de Mértola promovem o Fórum Social de Mértola, no dia 21 de março, no cineteatro Marques Duque. Este pretende ser um espaço de debate e reflexão de boas práticas sociais, seja no concelho ou fora dele.

O Fórum Social irá trazer ao concelho de Mértola agentes da área social relevantes a nível do Alentejo, divulgando projetos inovadores, indutores de novos caminhos que concorram para o desenvolvimento social local e evidenciar estratégias e oportunidades de financiamento para a economia social. Em paralelo, pretende igualmente promover o trabalho de parceria e reflexão sobre os métodos inovadores de intervenção.

O programa e a ficha de inscrição estão disponíveis em www.cm-mertola.pt

VOZ DA PLANÍCIE AVALIA HOJE “O ESTADO DA SAÚDE NA REGIÃO”

20180310235824548.jpg

O fórum/debate da Voz da Planície conta com um vasto painel de convidados, designadamente Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, e a médica psiquiatra Ana Matos Pires, para melhor se identificarem carências e medidas a implementar, no sentido de serem resolvidas as necessidades sentidas.

José Robalo, presidente do Conselho Diretivo da ARSA e Conceição Margalha, presidente do Conselho de Administração da ULSBA apresentarão a contextualização das respostas existentes na região e o ponto de situação sobre o que se passa nesta unidade de saúde.

Aos deputados eleitos por Beja cabe revelar o que têm feito, na Assembleia da República, para ajudar a região nas matérias da saúde e o contributo que podem continuar a dar.

Quanto aos autarcas, Jorge Rosa, presidente do Conselho Diretivo da CIMBAL, Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja e Tomé Pires, presidente da Câmara de Serpa caberá o papel de identificarem o que necessita a região, na matéria da saúde e que contributos podem dar, no sentido de ajudarem na fixação de especialistas no território.

CCDRA INICIA CICLO DE REUNIÕES EM BEJA

201802051613373962.jpg

O IPBeja recebe, hoje, às 10.00 horas, a primeira reunião sobre o “Contributo Estratégico Regional para a Estratégia Nacional Portugal 2030”, que CCDRA, em articulação com o Conselho Regional, está a preparar.
Este primeiro passo, foi desenvolvido em resposta ao desafio lançado pelo primeiro-ministro, António Costa, ao Conselho Regional e deverá convergir para a preparação do referido Contributo Regional para a Estratégia Nacional Portugal 2030, a apresentar ao Conselho Regional.

2ª ETAPA DA 36ª VOLTA AO ALENTEJO PARTE ESTA MANHÃ DE BEJA

Ciclismos-768x512.jpg

A “Alentejana” tem como cenário, a Praça da República, o que vai implicar alguns condicionamentos no trânsito, em especial durante a manhã.

Os ciclistas partem da Praça da República, em direcção à Rua dos Infantes, Rua Conde da Boavista, Rua D. Nuno Alvares Pereira, Rua D. Afonso Henriques, Rua Luís de Camões, e deixam a cidade de Beja pela Avenida Fialho de Almeida, rumo ao Penedo Gordo.

A 2ª etapa – Beja / Sines – 205,2km – tem partida às 10h45 e chegada prevista às 16h00.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

  • Anónimo

    Tal e qual ... até que enfim que alguém vai ao cer...

  • Anónimo

    Esta técnica de mal-dizer é cronicamente utilizada...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds