Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CÂMARA DE CASTRO VERDE VAI INTEGRAR TRABALHADORES PRECÁRIOS

Zé LG, 22.02.18

Castro-Verde-precarios-768x512.jpg

O Presidente do Município reuniu com os trabalhadores precários para expressar a sua vontade em enquadrar nos serviços municipais doze pessoas, nomeadamente, um técnico superior, seis assistentes técnicos e cinco assistentes operacionais que desempenham funções em diferentes sectores.

Esta medida está enquadrada no Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública e depois da reunião prévia mantida com os trabalhadores, a necessária alteração ao mapa de pessoal da autarquia será analisada e votada em reunião extraordinária da Câmara Municipal, a realizar dia 26 deste mês e na Assembleia Municipal, no dia 28.

CDU PEDE “CORAGEM E AUDÁCIA” AO EXECUTIVO DO PS PARA CONCLUIR TODO O PROJECTO DA RUA DA LAVOURA

Zé LG, 22.02.18

201802191117521134.png

Vítor Picado recordou que aquele projeto da CDU estava inserido numa estratégia de valorização daquela zona da cidade, com previsão de ligação à zona industrial e construção de uma passagem elevada. Neste contexto, Vítor Picado valoriza o termo desta fase da obra da Rua da Lavoura, mas pede “coragem e audácia” ao atual Executivo, liderado por Paulo Arsénio”, para terminar também, as outras fases previstas no projeto inicial, pensadas no âmbito duma estratégia mais vasta de promoção da atratividade para investidores e estímulo para a fixação de empresas na zona industrial, mediante a requalificação de acessos e ligações ao IP8.

Ler também AQUI.

“A DOMESTICAÇÃO DA PLANÍCIE: OS SÍTIOS DE FOSSAS DO NEOLÍTICO E DO CALCOLÍTICO NO INTERIOR ALENTEJANO”

Zé LG, 22.02.18

201802211050541041.jpg

é o mote para uma conferência de arqueologia que vai decorrer, esta noite, às 21.30 horas, no Núcleo Museológico da Rua do Sembrano, em Beja.

A iniciativa, organizada pela autarquia bejense, pela Direção Regional de Cultura do Alentejo e pela EDIA, é conduzida por Lídia Batista, coordenadora de trabalhos arqueológicos da empresa “Arqueologia e Património” e investigadora do Centro de Estudos em Arqueologia, Arte e Ciências do Património, da Universidade de Coimbra.