Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CÂMARA DE CASTRO VERDE VAI INTEGRAR TRABALHADORES PRECÁRIOS

Castro-Verde-precarios-768x512.jpg

O Presidente do Município reuniu com os trabalhadores precários para expressar a sua vontade em enquadrar nos serviços municipais doze pessoas, nomeadamente, um técnico superior, seis assistentes técnicos e cinco assistentes operacionais que desempenham funções em diferentes sectores.

Esta medida está enquadrada no Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública e depois da reunião prévia mantida com os trabalhadores, a necessária alteração ao mapa de pessoal da autarquia será analisada e votada em reunião extraordinária da Câmara Municipal, a realizar dia 26 deste mês e na Assembleia Municipal, no dia 28.

CDU PEDE “CORAGEM E AUDÁCIA” AO EXECUTIVO DO PS PARA CONCLUIR TODO O PROJECTO DA RUA DA LAVOURA

201802191117521134.png

Vítor Picado recordou que aquele projeto da CDU estava inserido numa estratégia de valorização daquela zona da cidade, com previsão de ligação à zona industrial e construção de uma passagem elevada. Neste contexto, Vítor Picado valoriza o termo desta fase da obra da Rua da Lavoura, mas pede “coragem e audácia” ao atual Executivo, liderado por Paulo Arsénio”, para terminar também, as outras fases previstas no projeto inicial, pensadas no âmbito duma estratégia mais vasta de promoção da atratividade para investidores e estímulo para a fixação de empresas na zona industrial, mediante a requalificação de acessos e ligações ao IP8.

Ler também AQUI.

“A DOMESTICAÇÃO DA PLANÍCIE: OS SÍTIOS DE FOSSAS DO NEOLÍTICO E DO CALCOLÍTICO NO INTERIOR ALENTEJANO”

201802211050541041.jpg

é o mote para uma conferência de arqueologia que vai decorrer, esta noite, às 21.30 horas, no Núcleo Museológico da Rua do Sembrano, em Beja.

A iniciativa, organizada pela autarquia bejense, pela Direção Regional de Cultura do Alentejo e pela EDIA, é conduzida por Lídia Batista, coordenadora de trabalhos arqueológicos da empresa “Arqueologia e Património” e investigadora do Centro de Estudos em Arqueologia, Arte e Ciências do Património, da Universidade de Coimbra.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

  • Anónimo

    Tal e qual ... até que enfim que alguém vai ao cer...

  • Anónimo

    Esta técnica de mal-dizer é cronicamente utilizada...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds