Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CÂMARA DE MOURA RESPONDE A CRÍTICAS DA CDU

4969_big.jpg

O Executivo da Câmara Municipal de Moura já respondeu às críticas dos vereadores da CDU, que sustentam a sua abstenção na votação do Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2018.

Álvaro Azedo, Presidente da Câmara de Moura, referiu que a tomada de posição da CDU só denota “um mau perder muito grande”, uma vez que exige ao actual executivo que faça em 2 meses, aquilo que a CDU não fez em 20 anos.

Leia a NOTÍCIA.

«NECESSIDADE DE INFORMAR OS UTENTES EM “TEMPO REAL”»

Há muito que entre nós, comunidade Bejense, propugno uma cultura de transparência, diálogo e envolvimento cívicos, entre responsáveis pela gestão e a população. Já em agosto de 2003, num extenso artigo publicado no Diário do Alentejo, afirmava:
“Manter informados os utentes e dialogar com os seus representantes, eis uma das legítimas expectativas que os cidadãos contribuintes têm sobre a atividade dos gestores hospitalares.”
“A defesa do interesse público exige não só rigor na administração de recursos. Exige também a transparência dessa gestão perante a comunidade.”
Daí para cá muito se legislou, sendo hoje possível aceder online a muita informação pertinente. No entanto, esses dados poucas vezes chegam aos cidadãos.
Mas é outra razão que implica a necessidade de informar os utentes em “tempo real”: a de que estes possam dar força para a resolução de dificuldades com que se debatem os responsáveis nomeados no dia-a-dia. É nesse objetivo, de Unidade, que convergem as ações de intervenção pessoal, entre as quais as que um blogue como este possibilita.

Munhoz Frade a 23 de Dezembro de 2017 às 10:00, AQUI.

ESTRATÉGIAS DE COMUNICAÇÃO

Continuam a existir entidades que entendem que a melhor estratégia de comunicação é não responder nem esclarecer as críticas e dúvidas com que são confrontadas, principalmente nas redes sociais, porque ao fazê-lo só estariam a contribuir para valorizar esses meios de comunicação.

Parece-me que esse entendimento constitui um erro estratégico grave, de consequências bem previsíveis, como a nossa história local recente mostrou. O foco da comunicação deve ser colocado nas questões objecto da crítica ou relativamente às quais são levantadas dúvidas e não no mensageiro. O que importa é esclarecer e, através do esclarecimento, consolidar a relação de confiança com os destinatários da sua actividade. Fazê-lo apenas em função do meio de comunicação que veicula a crítica ou a dúvida é “lateralizar o jogo” e “atirar a bola para fora” e, dessa forma, “passar a condução do jogo para o adversário".

MUNICÍPIO DE VIDIGUEIRA REÚNE CONSELHO DA DIÁSPORA E DA JUVENTUDE

Vidi-768x512.jpg

O Município de Vidigueira realiza hoje, pelas 17.00 horas, no Centro Multifacetado e de Novas Tecnologias, o Conselho da Diáspora e da Juventude (CDJ). "Uma oportunidade de trabalho em rede e de colaboração entre todos", afirma Rui Raposo, presidente da Câmara, sobre a realização deste Conselho.

Trata-se de um fórum que envolve todos os jovens até 40 anos na reflexão e discussão de temas e oportunidades que beneficiem o desenvolvimento local do concelho e a promoção de melhores políticas públicas destinadas à fixação dos jovens e à melhoria da sua qualidade de vida e bem-estar.

Este fórum é coordenado pelos presidentes da Câmara Municipal e da Assembleia Municipal e é mais um veículo inovador de aproximação e abertura à população, assim como de promoção da transparência e do fomento da atividade cívica junto dos mais jovens, afirma a autarquia.

Ler mais AQUI e AQUI.

PCP QUER SABER QUAL O FUTURO DOS TRABALHADORES DO HOSPITAL DE SERPA

HospitalSerpa-768x512.jpg

O deputado do PCP eleito por Beja voltou a questionar o governo sobre o Hospital de S. Paulo em Serpa. O parlamentar quer saber qual o futuro dos trabalhadores daquela unidade de saúde.

João Ramos quer saber se o ministério da Saúde garante que os direitos dos trabalhadores são respeitados no processo de extinção do acordo de cooperação; por que razão não têm sido prestados todos os esclarecimentos aos trabalhadores sobre este processo; que intenções existem relativamente aos trabalhadores que têm contracto de trabalho com a ULSBA; por que razão não está ainda resolvida a situação do pagamento das horas em divida e quando será resolvido esse problema.

Ler e ouvir também AQUI.

EMAS DE BEJA MANTÉM TARIFAS DE ÁGUA E SANEAMENTO

24293982_1476722719030110_8675930937452616120_n.jp

Em 2018 a EMAS- Empresa Municipal de Água e Saneamento de Beja não vai aumentar as tarifas de água e saneamento em Beja.

“A decisão assenta na convicção de que não devem ser transferidas para o consumidor eventuais ineficiências decorrentes da prestação de um serviço, que deve processar-se num quadro de recuperação tendencial de custos, mas maximizando sempre a qualidade”, revela a empresa em nota de imprensa.

Rui Marreiros, administrador executivo da EMAS explica que “houve uma tentativa de redução da tarifa”, algo que se revelou “manifestamente impossível face à situação financeira da empresa”.

 

É uma boa notícia, que seria ainda melhor se incluísse o ajustamento das tarifas de resíduos às quantidades "escoadas" em vez de indexadas ao consumo de água, conforme acontece, o que gera graves injustiças.

Comentários recentes

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds