Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

A ULSBA PODERÁ TERMINAR NUM CENÁRIO INDESEJÁVEL PARA MUITOS UTENTES/DOENTES

«… infelizmente para os seus utentes, a ULSBA já não tem “nichos de qualidade”. Já teve...Se os conseguir criar tem que os saber manter e sobretudo gerir em prol da causa pública do SNS ,integrados numa perspectiva holística de melhoria contínua de qualidade do SNS, uma missão de oferta de cuidados de saúde com qualidade aos Baixo Alentejanos.
Para que isso possa acontecer, é necessário reverter o “status quo”de gestão instalado há muito mais de uma década , hoje convertido em “nicho de amorfismo e resignação” para não o tipificar com maior carga ou técnica e ou subjectiva. E essa mudança exige outros” players”, o que não tem sido do interesse do poder político superior e muito menos ainda do local, que gravita alheio ao grave problema de oferta de cuidados de saúde no BA. Já quanto aos instrumentos de gestão e jurídicos indispensáveis para a a inversão da tendência instalada, eles parecem estar disponíveis e à mão de quem queira, saiba e possa utilizar.
Se esse não parece ser o caminho, e esqueçamos o “papão dos privados” que já não o é, mesmo em áreas anteriormente consideradas não atractivas para os privados, como o BA, então a prestação de cuidados de saúde pela ULSBA continua a sua marcha traçando uma linha visível e acentuadamente descendente que poderá terminar, a curto prazo, num cenário indesejável para alguns e ou para muitos utentes/doentes.»

Comentário de Anónimo a 5 de Dezembro de 2017 às 19:25, AQUI.

ODEMIRA E SINES PROPÕEM “UM MERGULHO PELO FUTURO”

Mergulhopelofuturo-768x512.jpg

Um grupo de Jovens de Odemira e Sines apresentou ao Orçamento Participativo Jovem Portugal (OPJ), um projecto de sustentabilidade ambiental.

A proposta “Um mergulho pelo futuro” pretende “identificar zonas com necessidade de limpeza e conservação e promover a educação e adopção de práticas que levem a uma maior sustentabilidade das zonas costeiras”, revela a Câmara de Odemira.

DIRECTORA DO CD DE BEJA DA SEGURANÇA SOCIAL É SUBSTITUÍDA PARA SER DADA UMA NOVA ORIENTAÇÃO AOS SERVIÇOS

9830911_StS7i.jpegHelena Branquinho Barreto, directora do Centro Distrital de Beja da Segurança Social, cessou funções ontem, por decisão do ministro do Trabalho, Solidariedade e da Segurança Social. Tal como os seus colegas de Évora e Santarém, cessaram as suas comissões de serviço devido à necessidade de “imprimir uma nova orientação aos serviços”, segundo fonte do Ministério.

 

Aguarda-se agora a nomeação dos seus substitutos, bem como a nova orientação dos serviços.

“DA QUALIFICAÇÃO À CERTIFICAÇÃO DO PÃO ALENTEJANO” EM DEBATE NO IPBEJA

O auditório do Instituto Politécnico de Beja recebe, hoje, o seminário “Da Qualificação à Certificação do Pão Alentejano”, aberto a todos os interessados neste produto identitário do Alentejo e património da região.

015.JPG

A qualificação do Pão Alentejano é uma iniciativa da Terras Dentro-Associação para o Desenvolvimento Integrado e da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e resultou de uma candidatura ao SIAC-Sistema de Apoio a Acções Colectivas-Qualificação, no âmbito do Alentejo 2020.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Porquê?

  • João Espinho

    @nónimo 17.09.2019 07:25 - estranho seria se o ...

  • Anónimo

    Qual dos porquinhos?

  • Anónimo

    O que é estranho é o desinteresse do DA pelo tema.

  • Anónimo

    Muitos daqueles que foram bater palminhas ao Antón...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds