Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“ENTRA-SE FACILMENTE NO INSULTO GRATUITO, NA ACUSAÇÃO SEM FUNDAMENTO”

Realmente política e futebol são duas áreas em que não vale a pena discutir, entra-se facilmente no insulto gratuito, na acusação sem fundamento, é uma tristeza. Se os 5 candidatos defendessem realmente a cidade, teriam combinado entre eles e levado um panfleto a dizer que para Beja se desenvolver necessita de melhores acessibilidades, a electrificação da ferrovia, a conclusão da A26 e a utilização do aeroporto. Teria sido tão simples, mostrariam que defendem realmente os interesses da região e talvez assim despertassem a atenção de quem nos governa. Depois entrariam no debate com a defesa das ideias de cada um. Mas não, foi um debate sem interesse e sem propostas concretas para o concelho, as pessoas estão fartas deste tipo de discurso político e depois a abstenção atinge valores perto dos 50%.

BE defende melhoria das acessibilidades em Beja

IMG_9123-768x576.jpg

O candidato do Bloco de Esquerda à Câmara de Beja considera necessário melhorar as acessibilidades internas e externas do concelho. José Pedro Oliveira disse ontem, em entrevista à Rádio Pax que para além da electrificação da ferrovia e da beneficiação de algumas vias como o IP8 é preciso melhorar as estradas que servem as diferentes populações do concelho.

Defende a criação de uma rede de transportes municipais que assegure “ligação e comunicação fácil entre as comunidades mais rurais e mais afastadas [da cidade]” e  quer que seja garantido o acesso de todos os cidadãos aos serviços, especialmente os portadores de deficiência.

O candidato do BE defendeu durante a entrevista um maior envolvimento e participação dos munícipes nas decisões do município.

“A CDU tem uma estratégia para Beja”

180920172216-961-CDUBejaPrograma.jpg

João Rocha referiu que as linhas de orientação traçadas em 2013 para o concelho foram alcançadas, nomeadamente no que se refere ao seu desenvolvimento e à aposta no centro histórico. Neste contexto referiu que a “CDU tem uma estratégia para Beja, situação que na Câmara anterior não havia”. O desenvolvimento económico é o ponto chave da sua atuação no próximo mandato e a autarquia pretende investir 2 milhões de euros na zona de expansão empresarial da Horta de S. Miguel, no sentido de criar melhores condições para a instalação de empresas. João Rocha disse ainda, que no dia 21 deste mês sai, em Diário da República, o despacho que dita a instalação da empresa Aeroneo, no Aeroporto de Beja.

O centro histórico de Beja tem sido uma prioridade e vai continuar a ser, avançou, igualmente, João Rocha, indicando o que está em andamento e perspetivado para o futuro.

 

CÂMARA DE VIDIGUEIRA VAI MUDAR

manchete_banner_170920172304-942-AtlasVidigueira.j

A Câmara Municipal de Vidigueira é liderada por Manuel Narra, da CDU, que está a completar o terceiro mandato, consecutivo, à frente dos destinos desta autarquia. Nas eleições autárquicas de 2013, a CDU venceu com 1.656 votos, mais 453 do que os obtidos pela candidatura do PS.

Nas autárquicas 2017 apresentam-se a votos em Vidigueira: a CDU, que aposta em Rui Raposo, o PS que tem como cabeça de lista José Miguel Almeira e o Movimento Vidigueira Independente (MVI), que tem Helena D'Aguilar a liderar a candidatura.

Quanto às freguesias do concelho, ou seja a de Pedrogão, Selmes, Vidigueira e Vila de Frades são todas lideradas pela CDU.

Rui Raposo, cabeça de lista da CDU à Câmara Municipal de Vidigueira, afirma que votar na Coligação é votar num futuro. Acrescenta que tem uma equipa nova e o projeto mais preparado para comandar os destinos deste concelho.

José Miguel Almeida, cabeça de lista do PS à Câmara Municipal de Vidigueira, frisa que protagoniza uma candidatura forte e mobilizadora, que tem como objetivos criar um concelho para investir, confiar e viver.

Helena D'Aguilar, a cabeça de lista do Movimento Vidigueira Independente (MVI) à Câmara Municipal de Vidigueira, releva o facto, de estar à frente de uma candidatura independente, que surgiu da vontade das pessoas e de ter um projeto concreto e sólido para o concelho.

Comentários recentes

  • Anónimo

    O anti-maçonismo é como o anti-comunismo. Ambas as...

  • Anónimo

    Os populismos apenas surgem por incompetencia dos ...

  • Anónimo

    Há, mas são verdes.

  • Anónimo

    Avisa-se a todos aqueles que diziam, dizem e escre...

  • Anónimo

    PARABENS PAULO ARSENIO , novo Elefante Branco no P...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds