Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

FESTIVAL MÚSICAS DO MUNDO DE SINES DISTINGUIDO COM PRÉMIO EUROPEU EM BRUXELAS

thumbs.web.sapo.io.jpg

O Festival Músicas do Mundo (FMM) de Sines foi hoje premiado pela Plataforma Europeia de Festivais (EFFE), numa cerimónia em Bruxelas na qual participou o ministro da Cultura, “muito feliz” com o reconhecimento de um evento “fantástico”.

Entre 715 festivais de todas as áreas artísticas aos quais foram atribuídos o “selo europeu de qualidade” pela EFFE, 26 foram distinguidos como “festivais laureados” – dois dos quais portugueses, o FMM e o festival Walk&Talk, dos Açores.

Dessa listas de laureados foram escolhidos hoje seis vencedores, tendo o festival “cosmopolita” de Sines sido um dos distinguidos, naquele que é o maior reconhecimento internacional que recebeu ao cabo de 19 edições.

Segundo Carlos Seixas, o diretor artístico e de produção do festival, o prémio hoje recebido constitui “o reconhecimento de um programa que sobretudo leva a Sines a música que se faz em todo o mundo, portanto também há aqui a componente de que um festival onde a diversidade, a tolerância e a liberdade de expressão são fundamentais e são perfeitamente captados pela vontade e pelo prazer que o público tem”.

* Fotografia de Mário Pires / CMSines

O ESTILO “SOMOS PORTUGAL” NAS AUTARQUIAS LOCAIS

jmr cópia.jpg

As tardes de domingo televisivas são assombradas por programas tenebrosos. Cantores de quinta categoria enquadradas por “dançarinas” da quarta divisão guincham slogans que querem parecer canções. De vez em quando aparece o apresentador, que entrevista artesãos e entidades locais. Há, sempre, lugar à inevitável entrevista do autarca. O custo financeiro destas coisas é sempre muito mais alto que o verdadeiro interesse que possam ter. Saem caro e é dinheiro deitado à rua. Sempre me recusei, enquanto presidente da câmara, a trazer a Moura programas que saem caro e nos quais metade do tempo é gasto a promover concursos (“ligue para o 700” etc.).

 

 

CONTINUAM A DECORRER OS TRABALHOS DE REQUALIFICAÇÃO DA RUA DA LAVOURA EM BEJA

rua da lavoura.JPG

As obras de requalificação da Rua da Lavoura estão a decorrer conforme previsto. Esta obra visa a alteração de traçado e redimensionamento da via nas ligações à variante de Beja. Está também prevista a requalificação de todas as infraestruturas e consequente repavimentação, numa via identificada como estruturante no âmbito do PARU.
Esta obra, com um custo total elegível de 1.082.651,70€,  financiada pela União Europeia em 920.253,94€, teve início em março deste ano, e prevê-se a sua conclusão em março de 2019.

In: B NEWSLETTER | 15 de setembro de 2017 | Câmara Municipal de Beja

VOZ DA PLANÍCIE E RÁDIO PAX OUVEM CANDIDATOS À CÂMARA DE BEJA A PARTIR DE HOJE

rectangle_170920172311-421-banner.jpg

A Voz da Planície ouve, a partir de hoje e até 6ªfeira, no jornal das 12.00 horas, os candidatos à Câmara Municipal de Beja, nas eleições autárquicas de 1 de Outubro.

Nesta 2ªfeira, o convidado é Luís Dargent, cabeça de lista do CDS-PP, amanhã, José Pedro Oliveira, do BE, na 4ªfeira, José Pinela Fernandes, do PSD, na 5ªfeira, Paulo Arsénio, do PS e, na 6ªfeira, João Rocha, da CDU.


A Rádio Pax inicia hoje um ciclo de entrevistas aos candidatos à presidência da Câmara Municipal de Beja nas autárquicas do próximo dia 1 de Outubro.

José Pedro Oliveira, candidato do Bloco de Esquerda (BE), abre esta segunda-feira o ciclo, pelas 18:30 horas.

“Continuar o desenvolvimento económico do concelho é prioridade para CDU” para Beja

170920172251-33-almooCDU.jpg

Jerónimo de Sousa esteve no almoço de apoiantes da Coligação Democrática Unitária (CDU) e perante uma sala cheia afirmou que este mandato da CDU, em Beja, tem sido “incomparável”. Nas instalações do NERBE, o atual presidente da Câmara e candidato, João Rocha, deixou claro que a prioridade da CDU para o próximo mandato “é continuar a desenvolver, economicamente, o concelho”, frisando que “o trabalho tem de prosseguir”.

“Em quatro anos muito se fez”, frisou João Rocha, passando em revista a obra feita e aludindo ao facto, de ter sido o Executivo que lidera, o que “resolveu a situação financeira da Câmara” e de ser aquele que, ao “contrário do anterior, tem uma estratégia para Beja”, com a prioridade de continuar a desenvolver, economicamente, o concelho.

Neste contexto, João Rocha, deu exemplos, dizendo que foi “o contributo decisivo deste Executivo” que resolveu o processo de instalação da Aeroneo, no aeroporto de Beja. Mas deixou criticas ao Governo do PS, lembrando que é da sua responsabilidade o facto, do IP8 e da eletrificação da linha férrea não estarem cumpridos.

Comentários recentes

  • Anónimo

    O anti-maçonismo é como o anti-comunismo. Ambas as...

  • Anónimo

    Os populismos apenas surgem por incompetencia dos ...

  • Anónimo

    Há, mas são verdes.

  • Anónimo

    Avisa-se a todos aqueles que diziam, dizem e escre...

  • Anónimo

    PARABENS PAULO ARSENIO , novo Elefante Branco no P...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds