Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

PROMESSAS DE INSTALAÇÃO DE EMPRESAS NO AEROPORTO DE BEJA

Zé LG, 29.09.17

Carlos Figueiredo, candidato do PS à Câmara de Beja anunciou, nas vésperas das eleições de 2005, que existem contactos adiantados entre "importantes indústrias aeronáuticas europeias e entidades oficiais portuguesas" que deverão resultar na criação de uma empresa aeronáutica na cidade de Beja, que deverá designar-se Beja Aero Industries (Bejai), "será integralmente portuguesa e de capitais mistos, no regime de uma parceria público-privada", devendo ser criada ainda em 2005. 

DA.jpg

Desde então, sempre que se realizam eleições lá aparece uma notícia a anunciar uma boa nova para o Aeroporto de Beja... Este ano também não foi excepção e, desta vez "A Câmara Municipal de Beja congratula-se, em nota de imprensa, com a publicação, em Diário da República, do despacho que desbloqueia o processo de instalação das infraestruturas aeronáuticas da empresa Aeroneo, no Aeroporto de Beja." Esperemos que desta vez seja de vez e que finalmente uma empresa do ramo aeronáutico se instale ali. (foto DA)

COMO FAZER

Zé LG, 29.09.17

Para além do que cada candidatura propõe fazer, deve tanbém dizer como propõe fazer. Há quatro anos, a candidatura POR BEJA COM TODOS disse. Nestas eleições, nenhuma candidatura o fez e sobre quase todas as questões apresentadas a seguir nada disseram.

 

COMO FAZER: Um Município participativo, facilitador, congregador e cooperante

1506595_606253139469483_1729830225_n.png

O programa eleitoral que se apresenta e que sustenta a candidatura do movimento independente e plural “Por Beja Com Todos”, às eleições dos diferentes órgãos autárquicos, assenta na clara assunção do princípio da participação, que se materializa no crescente envolvimento de TODOS na construção do futuro de TODOS, valorizando, em todas as dimensões, a transparência e o direito à informação. Exatamente por partilharmos destes pressupostos, consideramos que deverão ser transversais a todas as áreas da execução política, configurando um novo modelo institucional.

 

 

DEBATE EM ESTÚDIO COM OS CANDIDATOS À CÂMARA DE BEJA

Zé LG, 29.09.17

290920170010-966-debate.jpg

Os cinco candidatos à Câmara de Beja, João Rocha, da CDU, Paulo Arsénio, do PS, Pinela Fernandes, do PSD, José Pedro Oliveira, do BE e Luís Dargent, do CDS-PP, esgrimiram argumentos, num debate, organizado pelas duas rádios locais, em que estiveram em cima da mesa os temas: desenvolvimento económico, património e cultura e ação social.

Leia e oiça AQUIAQUI algumas das propostas dos candidatos.

QUESTÕES QUE O DEBATE DEVIA ESCLARECER

Zé LG, 28.09.17

Arruamento.jpgNum concelho com as dificuldades como o de Beja é natural que as diversas candidaturas à Câmara Municipal coloquem como objectivo fundamental o desenvolvimento. Mas para que esse objectivo seja mais do que uma miragem importa avaliar o que tem estado a ser feito e o que e como pretendem fazer para o alcançar.

Duas questões essenciais devem ser esclarecidas: 1) Que terrenos existem disponívéis e quais as condições de cedência às empresas que se pretendam instalar; 2) Que medidas existem e que se propõem aplicar no sentido de agilizar e desburocratizar os processos conducentes à cedência dos terrenos e, principalmente, aos licenciamentos.

No passado dia 19 e depois de tentar sem sucesso obtê-las através do portal da Câmara Municipal, solicitei um conjunto de informações (ver em baixo) até ao dia 25, não tendo obtido qualquer resposta. Por outro lado, consta que uma empresa recentemente instalada ainda não conseguiu concluir o processo de licenciamento, devido a, entre outras razões, não ter sido ainda assinada a escritura de cedência do terreno.

 

NEM EM VÉSPERAS DE ELEIÇÕES A REPARAM?!

Zé LG, 28.09.17

013.JPG

Já por várias vezes mostrei aqui fotografias desta rua e das sucessivas roturas registadas na rede de água. Esta é apenas mais uma que já dura há mais de uma semana. Quando é que será que intervêm para resolver este problema de vez, de forma a evitar tanta perda de água. Se mesmo em véspera de elições não reparam uma situação destas, bem podem falar em "obra feita", na "diferença que se vê" e apelar à poupança de água...

É nestas "pequenas coisas" que também se vê a "obra feita" e a "diferença", porque elas contribuem para a boa ou má qualidade de vida das populações.

DEBATE COM CANDIDATOS À CÂMARA DE BEJA NAS RÁDIOS LOCAIS

Zé LG, 28.09.17

logo-autarquicas2-768x592.jpg

A Rádio Pax e a Rádio Voz da Planície realizam hoje um debate conjunto com os candidatos à presidência da Câmara de Beja nas autárquicas do próximo domingo.

João Rocha, candidato da CDU; Paulo Arsénio, candidato do PS; Pinela Fernandes, candidato do PSD; Luís D’Argent, candidato do PP e José Pedro Oliveira, candidato do BE vão debater as propostas para o futuro de Beja, a partir das 18 horas, nos estúdios da Rádio Pax.

João Rocha diz que “Estão lançadas bases para o desenvolvimento sustentado”

Zé LG, 27.09.17

ROCHAjpg.jpg

“O mandato que agora termina lançou as bases para o desenvolvimento sustentado de Beja”. As palavras são de João Rocha, candidato da CDU à Câmara de Beja em entrevista concedida ontem à Rádio Pax.

O ainda Presidente do Município de Beja adiantou que no mandato que está prestes a terminar foram disponibilizados terrenos para a instalação de empresas como a AeroNeo.

João Rocha assegurou que o sector agrícola e a agro-indústria têm “uma forte dinâmica”.

A reabilitação do Centro Histórico, a valorização das freguesias e o incentivo à fixação de jovens casais são apostas da CDU.

"Pisões" reabre hoje, embora ainda tenha a decorrer campanhas de estudo

Zé LG, 27.09.17

260920171802-342-pises (1).jpg

A Villa Romana de Pisões recebe hoje, às 17.30 horas, uma sessão pública, que assinala a reabertura ao público deste espaço e que conta com a presença da secretária de Estado da Ciência Tecnologia e Ensino Superior, precedida de uma visita ao sítio arqueológico.

A Universidade de Évora decidiu, embora ainda estejam a decorrer campanhas de estudo, a reabertura ao público deste espaço para visitas, mediante três modalidades: sem marcação, com marcação e para escolas.
A Universidade de Évora revela ainda, que para a realização destas visitas foi recuperado o Centro de Acolhimento e Interpretação, que disponibiliza ao visitante informação sobre o sítio arqueológico e que foi elaborado e sinalizado o percurso a efetuar dentro da Villa Romana de Pisões.

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS COLOCAM O ALVITRANDO NO TOP3 DOS BLOGS DO SAPO

Zé LG, 27.09.17

É PRECISO AGARRAR E TRABALHAR ESTAS IDEIAS DO JORGE CASTANHO

Zé LG, 26.09.17

"Fui ali ver aquele Centro Unesco e fiquei maravilhado, apesar de não ter nada por dentro. Mas está belíssimo. Mas, a par destas coisas boas, há uma espécie de não-pensamento."

castanho-1845.jpg

 

"Mas a ideia que tenho é que não existe aqui uma representação de artistas. O Alentejo tem uma cultura muito forte e deveria haver um qualquer lugar onde se pudesse ver a obra de todo e qualquer artista da região, vivo ou morto. Um sítio onde tivesse também os livros dos escritores, a poesia dos poetas… Há uma identidade muito marcada entre as pessoas, nós não divergimos muito. Divergimos mais por coisas pessoais… temos aí excelentes artistas. Onde é que hoje se pode ver uma pintura do Relógio? O Carlos Montes, um artista que não era letrado, tinha uma pintura muito interessante ao nível da abstração e era necessário ter essa obra exposta, uma vez que hoje não pode ser vista em lado nenhum. Os artistas que vão morrendo, como o [Leonel]Borrela… era necessário ter desenhos que mostrassem as preocupações gráficas que ele deixou…"

 

"Agora faz mais sentido fazer alguma coisa com artistas regionais. Naquele tempo, Portugal tinha muito pouca coisa em termos de arte contemporânea. Agora os tempos são diferentes. Temos de nos pensar como região, porque também é dessa forma que a Europa nos vê. Trabalharmos esta cultura mais enraizada, embora em diálogo com a contemporaneidade, com mais tecnologia e menos obra de instalação, com outros protagonistas… O mundo mudou."

 

Extratos da entrevista de Jorge Castanho ao Diário do Alentejo, com Texto Paulo Barriga e foto Rui Cambraia

PAULO ARSÉNIO DEFENDE EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO

Zé LG, 26.09.17

PA.jpg

O candidato do PS à presidência da Câmara de Beja nas eleições do próximo Domingo quer “recuperar, valorizar e promover aquilo que Beja já tem”. A candidatura socialista apresenta sete eixos programáticos para o concelho.

Paulo Arsénio disse ontem em entrevista à Rádio Pax que os eleitores têm duas opções em cima da mesa. Em seu entender “quem quiser apostar na continuidade da linha de entretenimento como base de desenvolvimento da cidade de Beja” deve votar na CDU.

Por outro lado, “quem quiser seguir pelo caminho do empreendedorismo, da educação, da descentralização para as freguesias e da participação pública deve votar no Partido socialista”, concluiu Paulo Arsénio

AS ESCOLHAS PARA BEJA

Zé LG, 26.09.17

manchete_banner_250920172211-843-bejaatlas.jpg

A Câmara Municipal de Beja é liderada por João Rocha, da CDU. Nas eleições autárquicas de 2013, a CDU venceu com 7.438 votos, mais 303 do que os obtidos pela candidatura do PS.

Quanto às freguesias, as duas da cidade - União de Freguesias Santiago Maior e São João Batista e União de Freguesias de Beja Salvador e Santa Maria da Feira - são lideradas pela CDU tal como oito, das dez rurais - Albernoa/Trindade, Santa Clara do Louredo, Cabeça Gorda, Salvada/Quintos, Nossa Senhora das Neves, Baleizão, São Matias e Santa Vitória/Mombeja. As outras duas rurais - Beringel e Trigaches/São Brissos - têm o PS à frente dos seus destinos.

Nas autárquicas 2017 apresentam-se a votos em Beja:

João Rocha, cabeça de lista da CDU à Câmara Municipal de Beja, afirma que nestas eleições joga-se o futuro do concelho e que depois do muito que se fez não se pode parar agora, nem voltar atrás.

Paulo Arsénio, cabeça de lista do PS à Câmara Municipal de Beja, frisa que a candidatura que lidera é verdadeiramente alternativa e forte e com uma visão para o futuro do concelho diferente da atual.

José Pinela Fernandes, cabeça de lista do PSD à Câmara Municipal de Beja, diz que a sua candidatura quer um concelho mais moderno, mais solidário e com mais desenvolvimento económico.

José Pedro Oliveira, cabeça de lista do BE à Câmara Municipal de Beja, assegura que o voto no Bloco é um voto de confiança e na certeza da construção de um concelho inclusivo.

Luís Dargent, cabeça de lista do CDS-PP à Câmara Municipal de Beja, revela que a sua candidatura tem como propósito fazer deste, um concelho com ambiente favorável à fixação de empresas e pessoas.

Pág. 1/6