Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

SOMBRAS PRECISAM-SE EM BEJA

IMG_2501.JPG

Beja tem boas zonas verdes e muitas ruas com árvores, que ajudam a atenuar a canícula que se faz sentir no Verão. No entanto, existem ruas ou troços onde não foram plantadas as tão necessárias árvores. É o caso da Rua Cidade de S. Paulo, que, desde a Rodoviária até à Escola Mário Beirão, tem árvores frondosas de um lado e de outro e que no troço desta Escola até à Rotunda do Pastor nem uma tem para amostra. As fotografias que apresento mostram bem como necessário e urgente é a plantação de árvores neste troço da Rua Cidade de S. Paulo.

IMG_2502.JPG

Fica a sugestão à Câmara Municipal de Beja, que, estou certo, não a deixará de atender, a não ser que exista alguma justificação forte que a impeça de concretizar, o que não vislumbro.

“INCLUWORK” INTERVÉM NA REABILITAÇÃO DE EDIFÍCIO QUE ACOLHE ASSOCIAÇÕES EM BEJA

070720171520-109-Grupo.jpg

Decorre até dia 14 deste mês, o campo de trabalho internacional “Incluwork” que junta um grupo de 17 jovens de diversos países: Portugal, Espanha, México, Hong Kong, Bélgica, Turquia, França e Itália. Este grupo está em Beja a participar em atividades culturais e a reabilitar, em parte, um edifício sito na Rua Capitão João Francisco de Sousa, que acolhe várias associações da cidade.
A Voz da Planície esteve no local e falou também, para além do responsável Francisco Torrão, com quatro dos jovens que estão a participar nesta iniciativa, um do México, outro de Itália, outro da Bélgica e outro de Hong Kong, que em português, francês e inglês, disseram ser muito importante intervir, em Beja, no âmbito deste projeto.

CÂMARA DE MOURA INVESTE EM RECUPERAÇÃO DE PATRIMÓNIO PARA HABITAÇÃO SOCIAL

Câmara de Moura mostra Pátio dos Rolins

090720172320-458-PtioRolins_.jpg

O espaço, requalificado pela Câmara para habitação social, está praticamente concluído e terá, em breve, novos moradores.

O município decidiu abrir o Pátio para que os munícipes possam conhecer este investimento. 

O edifício foi sujeito a duas fases de reabilitação, num investimento total de cerca de 375 mil euros.

O Pátio vai alojar famílias desfavorecidas, no seguimento do uso dado às várias habitações que o município possui pelo concelho.

A Câmara de Moura revela que no actual mandato foram investidos mais de 800 mil euros em habitação social.

Comentários recentes

  • Anónimo

    O anti-maçonismo é como o anti-comunismo. Ambas as...

  • Anónimo

    Os populismos apenas surgem por incompetencia dos ...

  • Anónimo

    Há, mas são verdes.

  • Anónimo

    Avisa-se a todos aqueles que diziam, dizem e escre...

  • Anónimo

    PARABENS PAULO ARSENIO , novo Elefante Branco no P...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds