Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CDU REVELOU OS NOMES DOS CABEÇAS DE LISTA AOS ÓRGÃOS AUTÁRQUICOS DO CONCELHO DE SERPA

050620131706-875-TOMPIRESPRESIDENTEDACMARADESERPA.

Recorde-se que o cabeça de lista à presidência da Câmara Municipal de Serpa já tinha sido divulgado e que é o atual presidente da autarquia Tomé Pires. A mandatária concelhia da candidatura é a médica, de 64 anos de idade, Maria da Conceição Serpa Soares.

João Francisco Efigénio Palma, 58 anos, inspetor tributário é o candidato à presidência da Assembleia Municipal e o número um à União de Freguesias Santa Maria/Salvador é Francisco Manuel Romeiro Jorge, 59 anos, professor aposentado.

O candidato à presidência da Freguesia de Pias é António Fernando Moita, 35 anos, técnico superior de Relações Internacionais, à Freguesia de Vila Verde Ficalho é Bento José Santana Godinho, 54 anos, topógrafo, à Freguesia de Brinches é António Lúcio Travessa, 50 anos, pintor e à União de Freguesia Vila Nova de São Bento/Vale Vargo é Manuela Pica, 60 anos, assistente técnica.

E SE DISCUTÍSSEMOS MAIS AS POLÍTICAS E AS PROPOSTAS…

O debate pré-eleitoral está a revelar-se, mais uma vez, pouco atractivo, porque se discute pouco as políticas e as propostas para atacar os problemas e tentar inverter o processo de despovoamento e, nalguns casos, já de desertificação que afecta gravemente os nossos territórios. Em vez da afirmação das candidaturas em presença pela positiva, parece privilegiar o ataque às outras, denegrindo a imagem dos candidatos adversários e achincalhando tudo o que aparece ao arrepio do estabelecido.

Ainda faltam oitenta e alguns dias até à data das eleições, talvez haja ainda tempo para alterar a situação e passar-se ao que interessa – à apresentação das políticas e das propostas que cada candidatura apresenta e de como pretende fazer para as concretizar -, de forma a evitar-se o aumento ainda mais significativo da abstenção, pelo desinteresse que o debate pré-eleitoral está a gerar.

É apenas uma constatação que faço, com o objectivo de alertar para o risco do aumento da abstenção, que pode baralhar os resultados eleitorais. Parece-me que esse risco está a ser subestimado por parte de algumas candidaturas que demasiado precocemente estão a embandeirar em arco, dando como mera formalidade a cumprir a campanha eleitoral, por considerarem que as suas vitórias “são favas contadas”. Um pouco mais de humildade e respeito democrático pelos eleitores não lhes fará mal...

Comentários recentes

  • Anónimo

    Porquê?

  • João Espinho

    @nónimo 17.09.2019 07:25 - estranho seria se o ...

  • Anónimo

    Qual dos porquinhos?

  • Anónimo

    O que é estranho é o desinteresse do DA pelo tema.

  • Anónimo

    Muitos daqueles que foram bater palminhas ao Antón...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds