Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

OUVIRBEJA - PS PROMOVE CONVERSAS DE MAIO

18278895_1358295480916393_1713444700414524805_o.jp

Aceitei o convite para participar nesta primeira Conversa de Maio, promovida pelo PS, porque acho que é importante Ouvir Beja. Embora não sendo especialista, espero contribuir para animar um debate sobre temas fundamentais para a qualidade de vida das populações.

Faço-o a nível pessoal e sem qualquer comprometimento com o PS ou a sua candidatura autárquica.

FIALHO DE ALMEIDA RECORDADO NOS 160 ANOS DO SEU NASCIMENTO EM CUBA

140420141639-735-fialhodealmeidamdicoeescritor.jpg

A Associação Fialho de Almeida realiza na sexta-feira, dia 5, iniciativas de comemoração dos 160 anos do nascimento do escritor.

A conferência, com início marcado para as 10.30 horas, é sobre o tema: "Fialho e as artes: uma ótica deformante” e é com Isabel Mateus, da Universidade do Minho, no auditório da Biblioteca Municipal de Cuba.

Às 18.00 horas é realizada uma “Conversa à volta de Fialho de Almeida”, com Isabel Mateus, da Universidade do Minho, José António Costa Ideias, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, da Universidade Nova de Lisboa e Ricardo Revez, do Instituto de História Contemporânea, da Universidade Nova de Lisboa, na Taberna do Arrufa.

Fialho de Almeida nasceu em Vila de Frades a 7 de Maio de 1857, e como afirmou Manuel da Fonseca em 1984 foi "o primeiro Escritor que levou à Literatura o Alentejo e o seu drama". Em 2017 passam 160 anos sobre o nascimento desta figura da literatura portuguesa e a Associação Cultural Fialho de Almeida (AFA), com sede em Cuba, diz assumir "a pertinência de lembrar Fialho de Almeida".

MÉRTOLA VAI TER REFORÇO DO ABASTECIMENTO DE ÁGUA

A Câmara de Mértola prevê a resolução dos problemas de abastecimento de água depois de concluído o reforço da ligação à Estação de Tratamento de Águas do Enxoé.

A obra é da responsabilidade da Empresa Águas Públicas do Alentejo, que já lançou a empreitada de substituição do traçado para aumento da capacidade de transporte de água.

A primeira fase dos trabalhos no concelho decorrerá entre os reservatórios de Mértola e Moreanes, com uma extensão de aproximadamente 11 Km, onde se inclui a travessia da ponte sobre o rio Guadiana em Mértola e a construção de uma estação elevatória.

Jorge Rosa, presidente da Câmara de Mértola sublinha que o concelho será abastecido por água da Barragem de Pedrogão, através da Estação do Enxoé.

Quando as diferentes fases da intervenção estiverem concluídas, Mértola deixa de estar dependente dos furos artesianos e solucionará um problema comum em anos de fraca pluviosidade: a falta de água e o seu transporte em auto-tanques às populações.

A obra está orçada em 1 milhão e 800 mil euros e tem o prazo de execução de um ano.

CICLO DE PALESTRAS SOBRE A “INCLUSÃO” EM S. TEOTÓNIO

020520171613-528-Incluso.jpg

Realizam-se, hoje e no dia 17 deste mês, as ações do Ciclo de Palestras sobre a “Inclusão” promovido pela Agrupamento de Escolas de Odemira, Colégio Nossa Senhora da Graça de Vila Nova de Milfontes e APCO – Associação de Paralisia Cerebral de Odemira, com o apoio da autarquia odemirense. 

A Sede do Agrupamento de Escolas de S. Teotónio recebe hoje, pelas 17.30 horas, a palestra com o tema “Uma Escola para Todos: Promover a inclusão na relação com a comunidade”, com a participação de Félix Bonãno, atual diretor do Colégio Cesário Verde.

No dia 17, pelas 17.30 horas, na Escola Secundária Dr. Manuel Candeias Gonçalves, em Odemira, decorrerá a palestra “A perturbação do espetro do autismo na escola”, com a participação de Evelina Brígido, coordenadora do Grupo de Estudo da Perturbação do Espetro do Autismo na Appt21 / Centro de Desenvolvimento infantil Diferenças. 

Comentários recentes

  • Anónimo

    Porquê?

  • João Espinho

    @nónimo 17.09.2019 07:25 - estranho seria se o ...

  • Anónimo

    Qual dos porquinhos?

  • Anónimo

    O que é estranho é o desinteresse do DA pelo tema.

  • Anónimo

    Muitos daqueles que foram bater palminhas ao Antón...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds