Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

«ALGUMAS QUADRILHAS DE "IRMANDADES" POUCO "SECRETAS" DE ADVOGADOS»

Este é um modelo que representa o “modus faciendi” das sociedades de advogados. Usam a sua posição de comentadores nas televisões a seu bel-prazer para defender os interesses dos seus clientes e camuflar a informação negativa.
 

IRMANDADES. SECRETAS E PERVERSAS.

image.png

Uma das mais poderosas sociedades de advogados nacional, a PLMJ, foi recentemente investigada no caso da “Máfia do Sangue”. Um dos seus sócios foi mesmo constituído arguido. Dois dos seus mais proeminentes representantes são José Miguel Júdice e Nuno Morais Sarmento, ambos advogados, políticos e comentadores televisivos, na RTP e na TVI. Nos seus programas semanais, ambos fugiram ao tema escaldante da corrupção nos negócios do sangue, com a cumplicidade dos jornalistas que, embevecidos, os entrevistavam.

Este é um modelo que representa o “modus faciendi” das sociedades de advogados. Usam a sua posição de comentadores nas televisões a seu bel-prazer para defender os interesses dos seus clientes e camuflar a informação negativa.

 

“Ainda há muito caminho a percorrer na internacionalização dos nossos produtos”

IMG_4372.JPG

“Gostaríamos que a OVIBEJA 2017 fosse a mesma de sempre, mas com um cariz mais agrícola” afirma Rui Garrido, o presidente da direcção da ACOS -Agricultores do Sul, entidade responsável pela realização da OVIBEJA, a pouco menos de um mês da abertura oficial da grande feira do Sul. Com início marcado para 27 de Abril, a OVIBEJA prolonga-se até 1 de Maio, tendo nesta 34ª edição como tema principal a internacionalização dos produtos agro-alimentares de origem animal, tais como os queijos, os enchidos e os presuntos tradicionais do Alentejo. Para Rui Garrido “ainda há muito caminho a percorrer na internacionalização” dos produtos alentejanos, que “é incipiente”, mas o exemplo do azeite ou do vinho “mostra que é possível”.

 

 

Comentários recentes

  • Anónimo

    O anti-maçonismo é como o anti-comunismo. Ambas as...

  • Anónimo

    Os populismos apenas surgem por incompetencia dos ...

  • Anónimo

    Há, mas são verdes.

  • Anónimo

    Avisa-se a todos aqueles que diziam, dizem e escre...

  • Anónimo

    PARABENS PAULO ARSENIO , novo Elefante Branco no P...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds