Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CÂMARA CRIA “CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO LOCAL DE ALJUSTREL”

040420171745-493-Aljustrel.jpg

Foi aprovada a candidatura da Câmara de Aljustrel para instalação do “Centro de Documentação Local de Aljustrel”, ao Alentejo 2020, no âmbito do PEDU - Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano. A intervenção, orçada em 1,1 milhões de euros, é co-financiada a 70%.

O projecto prevê a reabilitação e transformação do edifício do antigo Centro de Saúde “num novo espaço de cultura, de conhecimento (…), de promoção e divulgação patrimonial e turística”, revela o município. O Centro de Documentação Local vai permitir a inventariação, classificação e investigação. A par do Centro será criado o Núcleo de Artes Gráficas, uma actividade com uma longa história no concelho.

INSTALADAS AS DUAS PRIMEIRAS EMPRESAS NO PARQUE EMPRESARIAL DE CUBA

040420171852-262-EMPRESASCUBA.jpg

Já estão instaladas as duas primeiras empresas a operar na Quinta da Graciosa, em Cuba, unidades que marcam o arranque da atividade comercial neste espaço.

Entre ambas empresas poderão vir a ser criados cerca de 20 postos de trabalho, avança a autarquia de Cuba, em nota de imprensa.  

Para o presidente da Câmara de Cuba, João Português, estas são duas empresas essenciais para o desenvolvimento da economia local e para a fixação de jovens no concelho. O autarca acrescentou que está prevista a criação até 200 postos de trabalho para o parque industrial da Quinta da Graciosa.

Com 24 dos 26 lotes da Quinta da Graciosa já alienados a um total de 15 empresas, que já têm contrato definitivo ou contrato promessa e venda, a autarquia está convicta de que dentro de poucos anos, o Parque Empresarial de Cuba apresentará com certeza mais dinâmica, potenciando o desenvolvimento da economia local e garantindo a criação de mais emprego e, consequentemente, a fixação de jovens no concelho, fez questão de deixar claro ainda, João Português.

Comentários recentes

  • Anónimo

    O anónimo anda um pouco distraído. Essa questão já...

  • Anónimo

    Estranho é que aqui neste blog, nenhum dos habitua...

  • Anónimo

    Ainda há por aqui companheiros que não entenderam ...

  • Joao

    Os comunas de Cuba vêm busca los a Beja, será que...

  • Joao

    Ainda não passou ??

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds