Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

DIRECTOR DE RH DO HOSPITAL DE BEJA RESPONDE A ACUSAÇÕES QUE LHE TÊM FEITO

Zé LG, 16.03.17

Esse "mediático" Director de Recursos Humanos, que entre tantas outras coisas já foi Auxiliar, Assistente Técnico, Chefe de Divisão, Formador, interlocutor da IGAS para a área disciplinar (e que continua com a área disciplinar) e democraticamente eleito presidente de uma Junta de Freguesia entre 2009 e 2013 pelo PS e que NÃO DEVE ABSOLUTAMENTE NADA À POLITICA encontra-se disponível para, dentro dos princípios que norteiam o segredo profissional, disponível para prestar todos os esclarecimentos que entendam por necessários e desmentir o rol de mentiras que aqui é proferido. Encontra-se também disponível e convida quem escreveu o post anterior a fazer uma denúncia ao IGAS para que dessa forma possa explicar não apenas o que não se encontra abrangido pelo dever de sigilo como tudo o que a IGAS entender. Quem não deve não teme. Estão desde já convidados a fazê-lo e quem escreveu isto decerto que me conhece, se não querem dar a cara podem mandar algum emissário que explicar-lhes-ei por A + B e com respeito pelo dever de sigilo, todos os actos praticados. Até porque sempre foi um acérrimo defensor dos princípios da administração aberta e transparência como tal força, saberão com certeza onde o encontrar, se calhar até têm o contacto telefónico.
Fiz este post agora, em serviço, única e exclusivamente em defesa da minha própria honra, e porque me vieram contar o que estava escrito.

Vitor Paixão a 16 de Março de 2017 às 09:55, AQUI.

SERPA CONSOLIDA DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO E COMEMORA DIA MUNDIAL DO ARTESÃO

Zé LG, 16.03.17

2_cartaz-01.jpg

O concelho de Serpa consolida-se como território de desenvolvimento turístico com um aumento considerável e sustentado de visitantes nos últimos três anos. De acordo com as estatísticas dos vários equipamentos, é evidente o crescimento da procura, com o Castelo de Serpa a passar de 17.662 visitantes em 2014 para 25.594 visitantes em 2016 e o Posto de Turismo a atingir um total de 12.971 turistas em 2016, quando em 2014 registou 8.857 ou o Parque de Campismo, que passou de 4.582 pessoas em 2014, para 5.222 em 2016.

OVIBEJA PROMOVE AZEITES MUNDIAIS E PRODUTOS AGRO-ALIMENTARES NA CASA ALENTEJO EM LISBOA

Zé LG, 16.03.17

Prova de produtos regionais_Alentejo.jpgE, se de repente, “Todo o Alentejo deste mundo” encontrasse “Todo o mundo no Alentejo” ?

É esta a aposta da 34ª Ovibeja através do AgroAlentejoExport. O tema principal da Ovibeja, que se realiza de 27 de Abril a 1 de Maio, é a promoção dos produtos agro-alimentares do Alentejo tendo em vista a sua internacionalização e potencial exportador.

A primeira acão vai acontecer na Casa do Alentejo, em Lisboa, nos dias 23 e 24 de Março, e consiste na reunião do Júri Internacional para apreciação de azeites de todo o mundo apresentados ao 7º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja. Cerca de 40 peritos, oriundos de 12 países: Portugal, Espanha, Itália, Grécia, Eslovénia, Alemanha, Chile, Argentina, Tunísia, Japão, Estados Unidos e Israel reconhecidos pelo Conselho Oleícola Internacional (COI) vão reunir para apurar os vencedores, de entre cerca de 140 amostras rececionadas. A organização deste concurso internacional, único em Portugal, está a cargo da ACOS – Associação de Agricultores do Sul em parceria com a Casa do Azeite – Associação do Azeite de Portugal e conta com o patrocínio exclusivo da Caixa Agrícola.c

No Sábado, dia 25 de Março, ainda na Casa do Alentejo, das 15h:00 às 19h:00, a organização da Ovibeja vai anunciar o Hall of Fame dos azeite mundiais e apresentá-los em primeira-mão, em provas comentadas  pelos peritos internacionais que integram o júri do concurso.

Mas como o Alentejo não é só azeite, vai ainda haver uma prova de vinhos regionais, degustação de presunto, enchidos, pão, queijos, mel e muitos outros produtos agroalimentares de qualidade superior produzidos no Alentejo. Os produtores alentejanos, entidades oficiais, comunicação social nacional e internacional e o público em geral estão convidados a associarem-se ao evento.

Na Casa do Alentejo, em Lisboa, no coração da alma alentejana, é representado um mundo de Terra Fértil que, na linguagem do campo, está a lavrar regos de internacionalização. Em contexto urbano, a Ovibeja vai ser o  “Hall of Fame” dos produtos agro-alimentares de “Todo o Alentejo deste Mundo”.