Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

UNIDADES LOCAIS DE SAÚDE DO LITORAL ALENTEJANO E DO NORTE ALENTEJANO TAMBÉM TÊM NOVAS ADMINISTRAÇÕES

Zé LG, 30.03.17

João Manoel Moura dos Reis, Vera Maria Escoto, Joaquim Duarte Araújo, Ana Amélia Ceia da Silva e Artur Manuel Caretas Lopes, respetivamente, para os cargos de presidente e vogais executivos do conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano;
Luís Manuel de Sousa Matias, Horácio Carlos de Figueiredo Santos Feiteiro, Alda Maria Figueiredo Machado Pinto Dinis da Fonseca, Miguel Ângelo Madeira Rodrigues e Amaro Silva Pinto, respetivamente, para os cargos de presidente e vogais executivos do conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano.
Todas as nomeações receberam parecer favorável da CRESAP. De destacar que nestas nomeações para Unidades Locais de Saúde são feitas ao abrigo do Regime Jurídico e os Estatutos aplicáveis às unidades de saúde do Serviço Nacional de Saúde, aprovado por este Governo, tendo passado um dos vogais a ser proposto pela respetiva Comunidade Intermunicipal.

Do comunicado do Conselho de Ministros, de hoje.

NOVA ADMINISTRAÇÃO DA ULSBA APROVADA

Zé LG, 30.03.17

2_2_Margalha.jpg

Na sequência da reunião do conselho de ministros de hoje, dia 30, o Governo aprovou, sob proposta do ministro das Finanças e da Saúde, os nomes propostos para o conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (Ulsba). Maria da Conceição Lopes Baptista Margalha, José Aníbal Fernandes Soares, José Manuel Lourenço Mestre, António Sousa Duarte e Joaquim Manuel Brissos foram nomeados para os cargos de presidente e vogais executivos, respetivamente. Todas as nomeações receberam parecer favorável da Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (Cresap), faltando ainda um nome a juntar a este grupo, o de um dos vogais, que deve ser proposto pela Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (Cimbal).

CINCO AZEITES PORTUGUESES ENTRE OS MELHORES DO MUNDO DO PRÉMIO OVIBEJA

Zé LG, 30.03.17

Prova de produtos regionais_Alentejo.jpg

Um 1º lugar na categoria de Frutado Maduro, três posicionados em 2º nas categorias Frutado Maduro, Frutado Verde Ligeiro e Frutado Verde Intenso e um 3º prémio na categoria de Frutado Verde Ligeiro. Outros cinco azeites lusos receberam menções honrosas.
A selecção dos melhores azeites decorreu, na Casa do Alentejo, em Lisboa. O concurso deste ano contou com 150 amostras de azeites provenientes de 11 países.
Mariana Matos, Secretária Geral da Casa do Azeite, afirma que em 2017, aumentou o número de azeites a concurso e a qualidade continua a ser uma referência. Mariana Matos destaca ainda as “conquistas” dos azeites portugueses neste concurso.
Aumentar a qualidade e o potencial competitivo dos azeites portugueses é um dos objectivos do concurso organizado pela ACOS em parceria com a Casa do Azeite e o patrocínio do Crédito Agrícola.
Os prémios vão ser entregues aos vencedores no decorrer da Ovibeja, no dia 29 de Abril, às 12.00 horas.

ESTRATÉGIA NACIONAL PARA A AGRICULTURA BIOLÓGICA DISPONÍVEL PARA CONSULTA

Zé LG, 30.03.17

O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, já apresentou as linhas gerais da Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica (ENAB), um documento que estabelece 5 objetivos estratégicos e 10 metas para atingir no espaço de uma década.

Foi igualmente apresentado o Plano de Ação, ficando ambos os documentos disponíveis para consulta no site da DGADR – Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural, até ao próximo dia 12 de abril.

O Ministro sublinhou que “é necessário valorizar e apoiar a produção em modo biológico por forma a satisfazer uma procura crescente deste tipo de produtos no mercado” e que “o interesse nestes produtos por parte dos consumidores tem vindo a transformar a produção biológica numa área de negócio cada vez mais relevante do ponto de vista económico”.

BEJA RECEBE TESLA

Zé LG, 29.03.17

BEJA RECEBE ROADSHOW NACIONAL DA TESLA

Empresasite.jpg

Amanhã, dia 30, pelas 10 horas, na Biblioteca Municipal de Beja, será apresentado um roadshow nacional da Tesla. Trata-se de um evento que tem vindo a percorrer todas as capitais de distrito do País e não podia surgir num momento mais oportuno: é que o Alentejo é visto como o local ideal para a instalação da Giga Fábrica em Portugal.

Esta empresa americana é líder de mercado na construção de carros elétricos. A possível instalação desta fábrica no nosso país está a ser acompanhada por um grupo criado no Facebook, que defende a sua instalação no Alentejo. Um dos impulsionadores do grupo é o humorista bejense Bruno Ferreira, que apela a todos para participarem nesta apresentação, onde serão conhecidas “as conclusões do movimento de cidadãos especialistas sobre as razões que fazem de Portugal o país ideal para acolher um investimento com a dimensão da Giga Fábrica da Tesla na Europa”.

DADOS ASSUSTADORES SOBRE A DIABETES NO BAIXO ALENTEJO

Zé LG, 28.03.17

Diabetes-1822.jpg

Mais de 40 por cento dos portugueses têm diabetes ou estão em risco de contrair a doença. De acordo com dados divulgados na passada semana pelo Observatório Nacional da Diabetes, mais de três milhões de portugueses têm alterações nas análises ao nível da glicémia e estão em risco de vir a sofrer as consequências desta doença. No Baixo Alentejo os dados são ainda mais assustadores, com o registo de mais de 12 mil doentes seguidos na unidade local de saúde. Uma população envelhecida, muito sedentarismo e o excesso de peso, incluindo entre jovens e crianças, estão a ditar um futuro negro para esta população. Mas há pequenos avanços e, a partir do próximo mês de abril, a consulta de diabetes juvenil do hospital de Beja contará com o apoio de um psicólogo clínico com experiência na área da diabetes.

Leia reportagem com texto de Natacha Lemos e foto de José Serrano, no Diário do Alentejo.

ABERTAS CANDIDATURAS PARA ELEIÇÃO DO PRESIDENTE DO IPBEJA

Zé LG, 28.03.17

140520131609-234-SMBOLODOINTITUTOPOLITCNICODEBEJA.

Por iniciativa do Conselho Geral do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja), com data de 20 de março de 2017, está aberta a fase de candidaturas para eleição do próximo presidente desta instituição de ensino superior público da cidade.

O aviso de abertura já foi publicado, em dois jornais nacionais e dois locais, assim como no site do IPBeja e os interessados têm agora, 30 dias seguidos de calendário para fazerem a apresentação das suas candidaturas.

Podem concorrer, de acordo com os estatutos, os professores e investigadores da própria instituição ou de outras, nacionais ou estrangeiras, de ensino superior ou de investigação, assim como individualidades de reconhecido mérito e experiência profissional. Fechado o prazo de candidaturas segue-se a fase de audição pública dos candidatos, com a apresentação e discussão dos seus programas de ação e depois, a votação final do Conselho Geral, por maioria absoluta, por escrutínio secreto.

CÂMARA MUNICIPAL APOIA EXPANSÃO DA MOURA FÁBRICA SOLAR

Zé LG, 27.03.17

A Câmara Municipal de Moura encontra-se a apoiar os esforços de expansão da Moura Fábrica Solar, propriedade da espanhola ACCIONA, mas que se encontra a ser gerida pela Projinko, empresa portuguesa detida pela multinacional JinkoSolar, com sede em Shanghai, que é líder mundial na produção de módulos fotovoltaicos.

A Projinko que está em Moura desde Abril de 2014, pretende ampliar as instalações da unidade fabril de Moura, por forma a aumentar a sua capacidade de produção instalada, bem como o número de postos de trabalho que nesta altura chega a 105.

3744_big.jpg

Neste âmbito, o Presidente da Câmara Municipal de Moura, Santiago Macias e uma delegação de dois responsáveis da Projinko e um da ACCIONA, reuniram, no passado dia 17, em Évora, com o Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, Roberto Grilo, com o objectivo de obter informações sobre os apoios disponíveis, no âmbito do QREN 2014-2020, em que poderia ser enquadrada a expansão da Moura Fábrica Solar.

Leia mais AQUI.

MUNICÍPIO DE ALVITO É O 1º DOS MUNICÍPIOS DO DISTRITO DE BEJA E O 87º A NÍVEL NACIONAL, NO RANKING DE TRANSPARÊNCIA MUNICIPAL

Zé LG, 27.03.17

O Poder Local constitui uma pedra angular da democracia portuguesa, pelo papel fundamental que desempenha para o desenvolvimento das comunidades locais e a formação cívica dos cidadãos.

O Índice de Transparência Municipal (ITM) mede o grau de transparência das Câmaras Municipais,  através de uma análise da informação disponibilizada aos cidadãos nos seus web sites.

logo.png

O Município de Alvito, em avaliação referente ao ano de 2016, ocupa a 1ª posição dos Municípios do Distrito de Beja e a posição 87 entre os 308 Municípios Portugueses, no ranking de Transparência Municipal.

No ano de 2016, o Município foi o 12º Município que mais subiu comparativamente ao de 2015, subiu 143 posições.

Evolução do Município de Alvito no ranking

Ano de 2016 – 87º

Ano de 2015 – 230º

Ano de 2014 – 239º

Ano de 2013 – 239º

Fonte dos dados: http://poderlocal.transparencia.pt/

“MANTER COLABORADORES SAUDÁVEIS É UMA COMPONENTE CRUCIAL PARA O SUCESSO DOS NEGÓCIOS”

Zé LG, 27.03.17

Atualmente fala-se muito da saúde financeira das empresas e muito pouco da saúde das pessoas. Mas manter os colaboradores saudáveis é uma componente crucial para o sucesso dos negócios. A legislação obriga as empresas e colaboradores a cumprirem regras mas, muitas vezes, por desconhecimento, falta de sensibilização ou foco de uma equipa especializada, os acidentes de trabalho e doenças profissionais acontecem quando poderiam ser evitados.

E, quando se pensa em acidentes, não se trata apenas de ocorrências em profissões conhecidas por comportarem maior risco. Mesmo ao nível de um escritório, há cuidados a ter ao nível da Segurança e Saúde no Trabalho (SST). Medição da intensidade das luzes, ar condicionado ou circulação de ar são apenas alguns dos factores a ter em conta quando um técnico realiza a análise ao espaço, para definir as medidas a tomar com vista à melhoria das condições de trabalho.

O foco dos gestores de uma empresa está, obviamente, na produção e, também por isso, muitos têm dificuldade em gerir a componente de Segurança e Saúde no Trabalho. Em parte porque se trata de uma área específica que implica pessoal especializado e um conhecimento profundo das reais necessidades.

"A Segurança e Saúde no Trabalho atua na prevenção primária dos riscos ocupacionais e promove o desenvolvimento de locais de trabalho saudáveis."

Pág. 1/6