Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

JORGE CASTANHO EXPÕE "ESFERA BRILHANTE" NA ERICEIRA

16933486_10211977806903372_850752185_n.jpg

16923856_10211977807543388_1765096683_n.jpg

Mais um caso de um Bejense que desenvolveu um importante trabalho de promoção de Beja, através da sua afirmação como um centro da arte contemporânea, que passou a ser ostracizado por ele.

Fico satisfeito por ver que outros municípios e entidades reconhecem e expõem o seu trabalho.Tenho pena que a sua / nossa Cidade não faça o mesmo.

Talvez nunca como agora tantos bejenses se tenham distinguido ntanto nas mais diversas actividades. É pena que não saibamos aproveitar isso para a afirmação e projecção da imagem da Cidade...

POEIRAS DE ÁFRICA AFETAM QUALIDADE DO AR

O sotavento algarvio, o interior do Baixo Alentejo e o arquipélago da Madeira vão ser afetados até sexta-feira (24/02) por poeiras provenientes do norte de África, segundo informações do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

IMG_1460.JPG

(foto tirada hoje em Beja)

Estas partículas podem entrar no aparelho respiratório e constituem, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), um risco para a saúde ao aumentar a mortalidade nas infeções respiratórias e causar doenças, como cancro do pulmão, ou problemas cardiovasculares.

Durante a ocorrência destes episódios, a Direção-geral da Saúde (DGS) recomenda que sejam evitados esforços prolongados, limitando a atividade física ao ar livre. Crianças, idosos e doentes com problemas respiratórios ou cardiovasculares devem ainda permanecer dentro dos edifícios com as janelas fechadas. 

CÂMARA DE BEJA INVESTE 1,8 MILHÕES DE EUROS NA ZAE

220220172214-928-ParqueIndustrialBeja.jpg

A Câmara Municipal de Beja vai lançar um concurso para expandir os acessos na zona de atividades económicas da cidade, no valor de 1 milhão e 800 mil euros. Criar condições de atratividade para novas empresas e novos investimentos, na área das agroindústrias, e outras são os objetivos do Município.

Trata-se de um investimento na ordem de 1,8 milhões de euros. Para além da requalificação dos arruamentos e das infra-estruturas existentes na Zona Industrial do Bairro de São Miguel, a intervenção vai possibilitar a expansão da nova área empresarial para Norte, criando novos arruamentos.

O prazo de execução desta obra é de 180 dias e a autarquia salienta que, “esta empreitada é apenas mais uma, de entre tantas outras no âmbito da requalificação urbanística e dos arruamentos, que neste momento estão em curso e que são fundamentais para melhorar a qualidade de vida das populações e para incrementar o desenvolvimento económico do concelho Beja”.

Ler e ouvir AQUI e AQUI.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Porquê?

  • João Espinho

    @nónimo 17.09.2019 07:25 - estranho seria se o ...

  • Anónimo

    Qual dos porquinhos?

  • Anónimo

    O que é estranho é o desinteresse do DA pelo tema.

  • Anónimo

    Muitos daqueles que foram bater palminhas ao Antón...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds