Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

ARSA DIZ QUE VAI RESOLVER PROBLEMAS NO CENTRO DE SAÚDE

"No dia 27 de janeiro de 2017 deslocou-se a Beja e ao Centro de Saúde de Beja I, o Senhor Presidente do Conselho Diretivo da ARSA, IP, tendo reunido com o Conselho de Administração da ULSBA, EPE, a Senhora Coordenadora do Centro de Saúde de Beja I, representantes da Ordem dos Médicos, a Senhora Enfermeira em funções de chefia, a Senhora Coordenadora técnica do Centro de Saúde de Beja I e o Senhor Coordenador do Serviço de Instalações e Equipamentos da ULSBA, EPE.
Foram debatidos assuntos de interesse para este Centro de Saúde e nomeadamente feito o ponto de situação das questões suscitadas pelos representantes da Ordem dos Médicos no que diz respeito a problemas de funcionamento do equipamento de climatização e outros constrangimentos reportados.
Sobre todos os assuntos referidos foram recolhidas informações e proporcionados esclarecimentos com vista à sua solução a curto prazo, como estava previsto, e de resto já havia sido referido em reunião anterior realizada a 15 de Dezembro de 2016, e faz parte do Plano de Investimentos para o ano de 2017 da ULSBA, EPE."

Deixado por Anónimo a 30 de Janeiro de 2017 às 16:30; AQUI.

À ATENÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE BEJA

002.JPG

001.JPG

Existem alguns arruamentos em Beja a necessitar de conservação, com o pavimento bastante degradado e a porem em risco as viaturas que por eles circulam.

As fotografias mostram o estado em que se encontra o pavimento da Rua Dr. António Belard da Fonseca, cuja reparação é urgente, uma vez que é das mais movimentadas, porque fica entre o Centro de Saúde e o Centro Distrital da Segurança Social.

CÂMARA DE BEJA DESAUTORIZA BIBLIOTECA MUNICIPAL

QUE PASSA COM O EXECUTIVO CAMARÁRIO DE BEJA?

16299503_1362769543798511_151803665722334098_n.jpg

O Instituto de História Contemporânea ((IHC) da Universidade Nova de Lisboa, no âmbito do centenário da revolução russa de Outubro de 1917, em parceria com diversas entidades, entre as quais, a Fundação para a Ciência e Tecnologia e a Direcção Geral do Livro, dos Arquivos e Bibliotecas, lançou um programa de análise e discussão sobre o tema citado às Bibliotecas Públicas. A Biblioteca Municipal de Beja, á semelhança de muitas outras bibliotecas públicas do país, respondeu afirmativamente à proposta, agendando com o IHC as duas actividades constantes do programa, sendo a primeira já no próximo dia 3 de Fevereiro. No entanto, na passada sexta-feira, dia 27 de Janeiro, a Biblioteca comunica ao IHC que o agendado ficava sem efeito porque o executivo camarário não autorizava a iniciativa. Perante o estranho e o caricato da situação, na qualidade de utilizador da Biblioteca Municipal de Beja, pergunto: PORQUÊ? Entendo que a Câmara de Beja tem toda a legitimidade em não querer que a sua Biblioteca se associe a qualquer evento destinado a debater um dos acontecimentos centrais do século XX - a revolução de Outubro de 1917. Só gostava, no entanto de saber, o porquê.

Constantino Piçarra, AQUI.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Porquê?

  • João Espinho

    @nónimo 17.09.2019 07:25 - estranho seria se o ...

  • Anónimo

    Qual dos porquinhos?

  • Anónimo

    O que é estranho é o desinteresse do DA pelo tema.

  • Anónimo

    Muitos daqueles que foram bater palminhas ao Antón...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds