Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

FAÇAM ALGUMA COISA PELO ALENTEJO! MEXAM-SE, PORRA!

O Alentejo tem sido tradicionalmente maltratado pelo poder central, mas talvez nunca tenha sido tão desprezado como agora.

Repare-se nesta situação, que, não se percebe muito bem porquê, não tem sido denunciada nem reclamada a sua rápida resolução.

ccdra_new.jpg

Pouco tempo antes das últimas eleições legislativas, a CCDRA ficou sem presidente, porque António Dieb foi presidir à ADC - Agência para o Desenvolvimento e a Coesão. A seguir, com a eleição de Costa da Silva para deputado à AR, ficou sem gestor do PORA. Julgo que também o Secretário Técnico desta estrutura saiu para a ADC. 

alentejo2020.jpg

Há portanto mais de um ano que a CCDRA e a Gestão regional dos fundos comunitários se encontram sem os respectivos líderes, o que revela bem a importância que o governo atribui ao Alentejo…

E nós – os alentejanos e, principalmente os nossos representantes -, o que fazemos? - Amochamos. Aceitamos que esta anómala e prejudicial situação para a região se perpetue como se nada de grave se passasse.

Onde andam e o que andam a fazer os autarcas e os representantes das organizações empresariais e sociais do Alentejo? Costuma-se dizer que “temos o que merecemos” mas neste caso acho que devíamos ter um pouco mais...

MUDAR, NEM QUE SEJA PARA PIOR

transferir.jpg

O estado a que isto chegou, sem que se apresentem alternativas credíveis, só com alternância de protagonistas, que mantêm quase tudo na mesma, leva a que muitas das pessoas que ainda se dispõem a votar a fazê-lo de forma a escolher os que parecem mais pôr em causa o sistema, porque entendem que o que mais importa é mudar, nem que seja para pior

O que pode ter graves consequências no futuro é que estas mudanças acabam por cair num certo populismo, que faz apelo ao aparecimento de caudilhos. E estes não nos deixaram boas memórias...

PS CLASSIFICA DE “MILAGRE DA SALVAÇÃO” O ORÇAMENTO DA CÂMARA DE BEJA E ABSTÉM-SE

Os vereadores do PS classificam de “milagre da salvação” o orçamento apresentado pela CDU, uma vez que os três primeiros anos do actual mandato foram “um dó de alma” onde “o grande marco” foi a demolição do depósito de água e a requalificação de apenas uma rua (a Rua General Teófilo da Trindade).

Contestam ainda o facto de questões como a requalificação do Mercado, da Biblioteca, da Casa da Cultura ou a aposta em espaços verdes não constarem no documento ou surgirem “sem planificação adequada e com verbas insuficientes”.

071120161727-181-240820161621-483-CmaradeBeja(2).J

Consideram os vereadores do PS que mesmo com problemas evidentes aos olhos de todos, infelizmente a grande aposta irá para a organização de festas, festinhas, desfiles e outras acções da natureza semelhante que ao consumirem grande parte dos recursos disponíveis criam dificuldades acrescidas a outros sectores de actuação municipal que não poderiam nem deviam ter sido descurados.

Dizem ainda que, apesar do aumento de receitas que de acordo com os documentos oficiais fornecidos pelo próprio executivo CDU, entre impostos e Fundo de Equilíbrio Financeiro, aumentaram entre 2013 e 2016, cerca de 4,5 milhões de euros, a capacidade de execução tem sido quase nula nestes três anos.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Se são carneirinhos ou não como V.a Ex.a defende, ...

  • Anónimo

    Ele não vai , LEVAM-NO !!!.

  • Anónimo

    Lá estás tu a pôr defeitos ao homem.Não o deixam e...

  • Anónimo

    Falar do que não se conhece é espalhar a própria i...

  • Anónimo

    Com tanta agro-industria de capital exclusivamente...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds