Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CHEGA DE FULANIZAÇÃO DO DEBATE PÚBLICO!

O debate público está excessivamente fulanizado. Parece que não interessa o que se diz ou escreve. Apenas parece interessar, para muitos dos que intervêm no debate público, quem diz ou escreve. 

E, em consequência disso, em vez de se debaterem os temas postos em debate, coloca-se o foco nas pessoas que colocam os temas em debate ou nas que expressam as suas opiniões sobre os mesmos. E daí parte-se para a avliação, na maior parte das vezes especulativa, das pessoas, incluindo do seu carácter. 

E isto acontece tanto no futebol, como na política ou nas relações pessoais. Este ou aquela fala nisto ou escreve aquilo ou defendem isto ou aquilo porque fizeram ou não fizeram isto ou aquilo. E assim se matam muitos dos debates. 

Vejam-se os assuntos aqui alvitrados e quais os que geraram mais comentários...

GOVERNO VAI APOIAR PRODUTORES PECUÁRIOS AFETADOS PELA SECA NO BAIXO ALENTEJO

O Governo já anunciou que vai apoiar os produtores pecuários afetados pela seca no Baixo Alentejo. São três milhões de euros destinados ao financiamento de novos furos para a captação de água, equipamentos de bombagem e de transporte de água.

Esta foi uma das reivindicações que a Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo (FAABA) levou em setembro a Capoulas Santos e que o Governo cumpre agora, indo ao encontro do proposto pelos agricultores. As declarações são do presidente da FAABA, Rui Garrido, que deixou ainda, a indicação de que se está a aguardar, igualmente, a resolução do PDR 2020.

O Ministério da Agricultura decidiu assim adotar, com caráter de urgência, um conjunto de medidas para apoiar os produtores pecuários das zonas mais afetadas, nomeadamente nos concelhos de Aljustrel, Almodôvar, Barrancos, Beja, Castro Verde, Mértola, Moura e Serpa.

Até ao dia 10 de novembro, os produtores pecuários devem apresentar as declarações de prejuízo e submeter os pedidos de apoio, através de formulário, até ao dia 21. Cada beneficiário pode receber até ao montante máximo de 10 mil euros e o apoio é concedido sob a forma de subvenção não reembolsável, até ao limite de 80% .

A Direção Regional de Agricultura e Pescas do Alentejo tem um prazo, até 15 de dezembro, para fazer a verificação dos prejuízos declarados e o investimento terá de ser concretizado até 31 de dezembro de 2016.

Comentários recentes

  • Ana Matos Pires

    Como dizia o outro "seu grandessíssimo e alternadí...

  • Anónimo

    Perdeu uma boa oportunidade de estar calado porque...

  • Vitor Paixão

    Por vezes dou comigo a pensar se falo, se fico cal...

  • Anónimo

    Saloio é você seu atrasado mental

  • Anónimo

    Já a pensar nas criticas ao festival ainda ele não...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds