Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

HÁ 10 ANOS... COMO SE MANTÉM ACTUAL!

POR MARBEJA NUNCA ALCANÇADO

 

Em meados do mês de Junho, num encontro que reuniu mais de 250 organizações e 300 pessoas no auditório do NERBE/AEBAL, nasceu um movimento pela afirmação da região de Beja.

Foi importante que os intervenientes no encontro se tivessem concentrado mais na afirmação da necessidade de união, com respeito pela diversidade de opiniões e posições, no interesse de todos se empenharem na definição do maior denominador comum para a afirmação da região de Beja no contexto do Alentejo, do país e da União Europeia, do que nas queixas e lamechices do costume.

Foi importante que o encontro tenha privilegiado a afirmação da região à sua defesa ou à contestação de outras, porque o que, efectivamente, importa é que a região, e cada um dos seus agentes, faça a sua parte, faça o que a cada um cabe fazer.

Não há desenvolvimento sem trabalho. Se todos trabalharmos, se todos fizermos o trabalho que nos compete, os resultados surgirão, porque entramos no caminho do desenvolvimento.

 

 

CÂMARA DE MÉRTOLA CONTINUA A APOSTAR NA HABITAÇÃO SOCIAL

150720161747-310-JorgeRosa.jpg

A Câmara “está em vias de iniciar novas obras” para preparar casas que serão entregues a famílias carenciadas.

A autarquia atribuiu, este mês, 7 casas para habitação social, em regime de arrendamento apoiado.

Jorge Rosa, presidente do Município, frisa que ainda existem famílias com necessidades ao nível da habitação.

PASSARAM MAIS DOIS MESES E A "INSTALAÇÃO" MANTÉM-SE

inst.jpg

"INSTALAÇÃO" AO PÉ DE CASA

Depois de, há cerca de seis meses, a Câmara Municipal ter iniciado e interrompido o arranjo dos pavimentos das ruas no Penedo Gordo, deixou este equipamento, que mais parece uma "instalação", tal é o tempo que aqui leva "plantada". 

Esperamos que, com a melhoria do tempo, os trabalhos interrompidos sejam recomeçados com a produção das massas asfálticas pela central, há um ano adquirida pela EMAS. 

 

E o pior é que o mau estado dos arruamentos não se manteve também porque piorou. 

Sugiro ao Executivo Camarário que: 

1 - Informe qual o plano de reparações de arruamentos que tem planeado para este ano e se, neste momento, considera ser possível executá-lo; 

2 (e mais importante) - Dê maior prioridade a esta intervenção municipal, porque o concelho de Beja está a perder terreno nesta área, comparativamente com outros e isso não era espectável com o investimento feito; 

2 - Mande retirar a "instalação" do local onde se encontra, mais que não seja para não dificultar a drenagem das águas pluviais...

EMAS PREPARA INTERVENÇÃO NAS REDES DE ÁGUAS DE CABEÇA GORDA

150720161115-289-EMASCabeaGorda.jpg

Esta intervenção, que surge com o objectivo de melhorar a qualidade do serviço prestado aos consumidores e tendo como base um diagnóstico de necessidades (Plano Estratégico da EMAS), vai abranger as redes públicas de distribuição de água, águas residuais domésticas e pluviais da aldeia.
Trata-se de um investimento que ronda os 420 mil euros, as obras têm inicio previsto para o mês de Setembro e o prazo de execução é de 150 dias como afirma, Alexandre Leal, Administrador da EMAS.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

  • Anónimo

    Tal e qual ... até que enfim que alguém vai ao cer...

  • Anónimo

    Esta técnica de mal-dizer é cronicamente utilizada...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds