Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“O QUE AQUI TENHO VISTO É ADMIRÁVEL, E QUE EM POUCAS TERRAS DE PORTUGAL ACONTECE.”

"Venho ler este blogue de vez em quando. Não moro em Beja mas conheço o País razoavelmente bem. O que aqui tenho visto é admirável, e que em poucas terras de Portugal acontece. O interesse e participação dos cidadãos anónimos, discutindo assuntos da maior importância. Nem sempre com elevação, mas o importante é participar, na medida das capacidades de cada um. Leio aqui intervenções de grande nível, como esta, por exemplo. Seria bem melhor para muitas terras, especialmente do Portugal interior, se também nelas a expressão de cidadania se realizasse de forma tão notável. Parabéns ao administrador do blogue, e aos participantes."

Anónimo a 31 de Março de 2016 às 09:37, AQUI

ÁGUA DO ROXO MONITORIZADA EM PLATAFORMA ONLINE

290320161807-264-Roxo.JPGA Associação de Beneficiários do Roxo (ABROXO) desenvolveu uma plataforma que concentra dados sobre a qualidade da água, dos solos e das culturas afectas à Albufeira do Roxo.

O projecto, financiado pelo PRODER, foi apresentado em Aljustrel. A nova base de dados já está a funcionar e permite uma gestão mais económica e ecológica das culturas.

O presidente da ABROXO diz que este é um projecto extremamente importante e que deve ter continuidade no futuro. António Parreira sublinha que os agricultores têm assim dados disponíveis para gerir as suas explorações da forma mais adequada.

MUSEU DE MÉRTOLA INAUGUROU 14.º NÚCLEO MUSEOLÓGICO

DSC_6210.jpgA Câmara Municipal de Mértola inaugurou ontem, dia 29 de março, o Núcleo Museológico da Igreja Matriz, o 14.º núcleo a integrar o Museu de Mértola. A cerimónia de inauguração de mais uma página da história da Vila de Mértola contou com as presenças de, entre outros, da Diretora Regional de Cultura, Ana Paula Amendoeira e do Diretor do Campo Arqueológico de Mértola, Cláudio Torres, que sublinhou a importância deste ciclo de 40 anos de trabalho e de descoberta da história

A Diretora de Cultura do Alentejo destacou na sua intervenção o desenvolvimento de Mértola e como este é importante para o Alentejo e para o país, como provam os mais de 39 mil visitantes do Museu de Mértola em 2015.

“VALORIZAÇÃO DE RECURSOS MEDITERRÂNICOS”

211020131137-71-Rosmaninho.jpgé o mote para um seminário que vai decorrer, a partir das 14.00 horas, no auditório da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Beja.

Esta iniciativa pretende dar a conhecer os resultados de uma estratégia de desenvolvimento dos recursos endógenos e valorização do território rural baseada no trabalho que tem vindo a ser realizado em rede entre instituições de ensino e I&DT, Associações, Empresas, Produtores Agrícolas e Florestais.

Plantas Aromáticas e Medicinais, Figo da Índia e Cogumelos Silvestres no Sul de Portugal são as áreas em destaque neste seminário.

MORREU CASTRO E BRITO

210120141305-882-eng.-castro-e-brito-6.jpg

Manuel Efigénio Cano de Castro e Brito, de 65 anos de idade, faleceu esta noite, em sua casa em Baleizão, vítima de enfarte.

Era presidente da ACOS e da FAABA. Em 2005 foi distinguido, pelo então Presidente da República Jorge Sampaio, como Comendador, com o Grau de Mérito Agrícola, Comercial e Industrial-Classe Mérito Agrícola. 

Castro e Brito, com quem me relacionei desde o início da OVIBEJA, de que foi o grande impulsionador e organizador, com quem mantive uma relação de amizade e também profissional nos últimos 12 anos, deixa uma marca inconfundível no associativismo, designadamente agícola. 

Há um antes e um depois de Castro e Brito, quer na organização de grandes feiras quer no associativismo agrícola.

À família e à ACOS e à FAABA apresento os meus sentidos sentidos pêsames.

 

Actualização: O funeral realiza-se amanhã, 30, às 10h45, para o Cemitério de Beja.

A PROPÓSITO DO DIA NACIONAL DOS CENTROS HISTÓRICOS

... que ontem se assinalou, publico aqui estas fotografias do 1º Encontro Internacional de Municípios com Centro Histórico, que se realizou em Beja.

1º enc. int. de municípios c ch

Recordo ainda a propósito e em complemento do que recordou José Filipe Murteira no FB, que tive a honra que ter participado na constituição da Associação Portuguesa de Municípios com Centro Histórico e ter integrado os seus corpos sociais em representação do Município de Beja e de Alvito, bem como participado na organização deste Encontro.

EIMCH.jpg

 Talvez possamos dizer que foram outros tempos de outros empenhamentos...

“AO ENCONTRO DAS LÃS” na 33ª OVIBEJA

logo Cante Artes e OficiosOvi JUSTO WEB.jpgAs Lãs serão o mote para um encontro e transferência de saberes entre produtores de ovinos, técnicos e veterinários, pessoas com projetos comerciais, de pequena indústria e artesanais, mas também para curiosos e apaixonados pelas potencialidades desta fibra superior.
O convite é dirigido a todos os que tenham interesse em desenrolar o fio da imaginação, aprender, partilhar experiências e adquirir novas técnicas de trabalhar a lã.
A participação é gratuita e inclui entrada na Feira. A data limite de inscrições é dia 15 de Abril de 2015.

Pág. 1/9

Comentários recentes

  • Anónimo

    Ora aqui está uma área em que os nossos autarcas s...

  • Anónimo

    Está tudo dito... nada a acrescentar! Incapacidade...

  • Anónimo

    "O Ministério do Planeamento anunciou esta quinta-...

  • Anónimo

    Se os autarcas locais , independentemente da cor p...

  • Anónimo

    Conordo em absoluto com o comentário anterior.O di...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds