Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

SERÁ QUE CORREMOS PARA O SUICÍDIO COLECTIVO?

No dia-a-dia, praticamos cada vez mais actos atentatórios da nossa sobrevivência, individual e colectiva.

Estamos todos fartos de ser informados de que, na dúvida, devemos fazer sexo com preservativo. Quantos de nós e quantas vezes ignoramos esse aviso... Os maços de tabaco trazem escrito que “o tabaco mata”, mas isso não impede os fumadores de continuarem a fumar. Avisam-nos de que “se conduzirmos não devemos conduzir”, mas insistimos em fazê-lo e os acidentes sucedem-se e matam mais do que muitas guerras. Somos bombardeados com alertas para o que não devemos comer, pelas nefastas consequências que tem para a saúde, mas continuamos a abusar de tudo o que não é recomendável para uma vida sadia.

Encaramos os outros, principalmente se são diferentes de nós, como inimigos e inventamos ou permitimos que inventem conflitos, incidentes e acidentes que dizimam populações e povos, quantas vezes em nome daquilo que nos devia unir. Maltratamos o ambiente como se dele não fizéssemos parte. Ignoramos que vivemos numa casa comum, cujas condições de habitabilidade são postas em causa pela falta de respeito mútuo e pelo que é todos, por mais que alguns não queiram que seja.

Será que tudo isto e muito mais é consentâneo com o prolongamento da vida que ambicionamos e a felicidade que perseguimos? Ou, pelo contrário, vivemos em estado de negação e fazemos tudo para para dificultar ou impedir de alcançarmos o que mais desejamos? Será que, sem disso nos apercebermos, estamos a correr para o suicídio colectivo? Para o suicídio individual, mais ou menos arrastado no tempo, parece-me evidente que é o que muitos estamos a fazer…

LEMOS E OUVIMOS E NÃO PODEMOS ACREDITAR

220220161842-535-011220151731-323-MarioSimes.JPGPSD condena “ataque despudorado” do Governo ao Baixo Alentejo

A Comissão Politica Distrital do PSD considera “vergonhoso” que o Orçamento de Estado concertado entre PS, PCP e Bloco de Esquerda “ignore” o Baixo Alentejo.

 

Que governo parou as obras que estavam a ser feitas no Baixo-Alentejo, designadamente a auto-estrada e o IP2? Só por total falta de pudor é que o líder distrital do PSD pode fazer acusões destas. Tal como o líder nacional só pela mesma razão pode acusar o actual governo de estar de joelhos perante a UE. Porque, mesmo que tal fosse verdade, o que é que o seu governo fez?

Comentários recentes

  • Anónimo

    Somos o futuro ahahahahahah

  • Anónimo

    EscOteiros ou EscUteiros?!

  • Zobaida

    O Diário do Alentejo, conforme apresenta no cabeça...

  • Anónimo

    E bumba! Ora toma lá mais regionalização.Numa regi...

  • Anónimo

    Exactamente!"O tempo é o único capital das pessoas...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds