Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

VENDA DE TERRENOS NAS PORTAS DE AVIS PARA CONSTRUÇÃO DE CENTRO COMERCIAL GERA POLÉMICA EM ÉVORA

évora shopping.jpegDez anos depois do Évora Shopping, na Zona Industrial de Almeirim, dever ter aberto portas, as suas obras continuam paradas e sem solução à vista.
Agora, a venda de terrenos e a autorização para construção de um outro centro comercial junto das Portas de Avis está a gerar uma forte polémica em Évora, sendo até admitida a retirada da classificação de Património da Humanidade ao seu Centro Histórico em resultado daquela construção.
Deixo aqui alguns post’s que sobre o assunto têm sido publicados no A Cinco Tons:

centro comercial.jpgÉvora: porque votei contra a venda dos terrenos municipais para a construção do Centro Comercial.

Declarações de voto da CDU e do BE ontem na Assembleia Municipal sobre a venda dos terrenos da Porta de Aviz.

Ainda a pretexto da Assembleia Municipal de hoje: mais comentários sobre a eventual construção do centro comercial da Porta de Aviz.

A propósito da Assembleia Municipal de hoje: três opiniões sobre o centro comercial nas portas de Aviz.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Os deputados vão de férias descansados. Quem fica ...

  • Anónimo

    É evidente que é bom negócio. A questão é quando p...

  • Anónimo

    Para os seres humanos a saúde faz parte do seu bem...

  • Anónimo

    Há, desde que haja dinheiro nos bolsos.

  • Anónimo

    Sunsets, galas, misses, a pseudo burguesia bejense...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds