Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

DEPUTADO PASSOS COELHO NÃO REPRESENTA O POVO

thumbs.web.sapo.io.jpegQue Passos Coelho tratou mal o povo enquanto governou Portugal já sabíamos. Mas também sabíamos que foram os deputados em representação do povo quem o escolheu para governar o país.
Mas hoje o deputado Passos Coelho clarificou que não representa o povo, ao afirmar que "O pecado original deste Governo foi não ter sido escolhido pelo povo mas pelos deputados nas costas do povo".
Ora, só assim pode pensar quem, por vontade e experiência próprias, uma vez eleito deputado, fez uma coligação do seu partido com o CDS, para conseguir ter maioria e formar governo, convencido de que estaria a atraiçoar o povo.
Eu - e a maioria do povo -, desta vez, senti-me bem representado pela escolha feita pela maioria dos deputados eleitos.

SAMPAIO DA NÓVOA COM ESTRUTURA DE APOIO EM BEJA

Foi criada esta semana, em Beja, a estrutura regional de apoio à candidatura de Sampaio da Nóvoa às presidenciais.

12196276_431257090403387_6681505489855259070_n.jpg

Esta estrutura regional enquadra-se, pois, em torno “dum novo tempo da cidadania e da participação” unindo a sua ação para tornar Sampaio da Nóvoa o Presidente dum Portugal onde a esperança volte a ser nossa companheira, onde as causas prevaleçam sobre os interesses e onde a heterogeneidade contribua decisivamente para a construção de um Portugal de todas as cores, é referido ainda, em nota de imprensa.

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE MOURA CHUMBA PEDIDO DE EMPRÉSTIMO À BANCA

A Assembleia Municipal de Moura reuniu em sessão extraordinária para discutir um pedido de empréstimo à banca apresentado pela Câmara no valor de um milhão e 185 mil euros.
O empréstimo foi chumbado pelas bancadas do PS e PSD naquele órgão. A Comissão Concelhia de Moura do PCP acusa a oposição de “bloquear” os projectos da Câmara Municipal.
De acordo com os comunistas, o empréstimo destinava-se, entre outros projectos, à compra de equipamento para os Bombeiros Voluntários, à requalificação do Bairro do Carmo, apoio à habitação social, arranjo de acessos e renovação do parque de máquinas do município.
A Concelhia do PCP diz que os interesses da população saem seriamente prejudicadas com este chumbo, uma vez que o empréstimo permitiria executar as intervenções mais rapidamente.

Comentários recentes

  • Anónimo

    alguém pode dizer onde é este lugar?

  • Anónimo

    Concordo a 1000% com M. Frade.Pode-se, rádios, jor...

  • Quim

    Foi a conclusão que EU tirei. Mas não fui o unico....

  • Anónimo

    voto em branco

  • Anónimo

    voto em branco

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds