Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

HOSPITAL DE BEJA CONTINUA A DAR QUE FALAR

Zé LG Zé LG, 26.10.15

O DEPÓSITO IMPEDE PÔR À VISTA ALGUNS DOS MAIS IMPORTANTES EDIFÍCIOS DE PAX JULIA?!!!

Zé LG Zé LG, 26.10.15

É o que afirma Paulo Barriga, no seu editorial do Diário do Alentejo: “Por fim, alguns dos mais importantes edifícios de Pax Julia estão ali, bem à mão de semear, embora ainda não à vista de todos. Isto porque naquele preciso local persiste um depósito de água construído vai para setenta anos.”
Não será um pouco exagerada tal explicação? Que área ocupa o depósito? Se os edifícios mais importantes estivessem debaixo do depósito seriam muito insignificantes… Mas, segundo explicou a investigadora responsável pelas escavações, o depósito situa-se dentro de um dos espaços do templo não impedindo a colocação deste “à vista dos nossos olhos”.
Não satisfeito com esta explicação, PB vai mais longe explica porque é que alguns se atrevem a levantar dúvidas sobre a demolição do depósito:Bem sei que este é um assunto que está a encarniçar muita gente, principalmente pessoas que têm interesses ou posições a defender ao nível da política local.” Estaria PB a pensar nalgumas pessoas da CDU que têm manifestado dúvidas ou mesmo contestado aquela demolição?
E, para que não restem dúvidas, conclui, sentenciando: “Para mim, o depósito de água de Beja não é para ir mais para a esquerda ou mais para a direita. É mesmo para ir a baixo.” E já agora porque não devem os outros edifícios que estão construídos sobre as ruinas da Pax Julia ir também abaixo?
O PB, como qualquer um de nós, tem toda a legitimidade para defender as posições que muito bem entende. Mas, como director de um jornal público, não lhe fica bem apresentar razões um pouco enviesadas e que julgo não terem fundamentação para defender que o depósito deve ir abaixo. 

201020151850-34-depsitodegua.jpg