Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

É ANTI-CONSTITUCIONAL SER CONTRA OS TRATADOS?

Não percebo a posição de tanta gente – quase toda de direita, vá-se lá saber porquê -, incluindo o PR, que deveria respeitar a Constituição e ser árbitro nas disputas partidárias, achar que partidos que são contra a NATO e os tratados europeus não podem integrar o governo. O que é que tal impede? A Constituição não é seguramente.
Qualquer governo de qualquer estado deve respeitar os tratados e acordos assinados. Mas isso não impede que esses governos e os partidos que os sustentam tudo façam para alterar esses tratados, acordos e outros compromissos externos, principalmente quando não são cumpridos por (quase) nenhum dos estados subscritores, como acontece relativamente ao défice, ou são incumpríveis, como acontece com a dívida.
Ver governantes, como Passos Coelho ou Paulo Portas, apadrinhados por Cavaco Silva, a assumir aquela posição, quando o seu governo não cumpre, por exemplo, este acordo, daria vontade de rir se não fosse tão grave e tão falho de honestidade intelectual. Comportam-se como virgens impolutas quando são na prática umas putas sabidas, com o devido respeito para estas.

Comentários recentes

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds