Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

ALENTEJO 2020 PRIMEIRO A CELEBRAR PROTOCOLOS COM AS COMUNIDADES INTERMUNICIPAIS

Zé LG, 04.08.15

030820151641-704-protocoloCCDRA3.jpgA Autoridade de Gestão do Alentejo 2020 celebrou os Protocolos referentes aos Pactos para o Desenvolvimento e Coesão Territorial com as cinco Comunidades Intermunicipais da Região Alentejo, em cerimónia presidida pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Manuel Castro Almeida.

Os Pactos para o Desenvolvimento e Coesão Territorial são ancorados nas EIDT-Estratégias Integradas de Desenvolvimento Territorial, estabelecidas ao nível das NUTS III, e abrangem as intervenções das entidades municipais e intermunicipais essenciais à implementação da respetiva EIDT-reconhecida, podendo integrar a participação de outros co-promotores associados.

Nos Pactos é dado especial destaque na reorganização da oferta dos serviços públicos e colectivos, nas áreas da inclusão, da educação, da formação e do apoio às empresas, assim como no aumento da qualidade de prestação desses mesmos serviços ou dos serviços prestados directamente pelas entidades municipais e intermunicipais, nomeadamente através de medidas que promovam a modernização administrativa e a qualificação desses serviços.

“CONVÉM FAZER UMA ANÁLISE AO QUE A DEMOCRACIA NOS TROUXE E QUAIS AS EXPECTATIVAS FUTURAS”

Zé LG, 03.08.15

Poderemos sempre teorizar sobre os valores e a visão de cada povo sobre a Democracia. Pois é consensual que a mesma não se resume apenas ao direito de colocar o voto nas urnas de tempos a tempos.
Não poderemos nunca, portanto, é deixar de a avaliar, e quantificar os seus benefícios para cada povo.
Mas sobretudo salientar que não há só um tipo de democracia. ...

Assim e passados que foram 40 anos sobre a de novo institucionalizada Democracia, isto porque o regímen que lhe antecedeu era uma ditadura. Convém fazer uma análise do que de bom e de menos bom nos trouxe e quais as expectativas futuras.

Comentário de Anónimo a 2 de Agosto de 2015 às 13:31, que pode ler na íntegra AQUI.

“PARECE-ME IMPORTANTE REVER O NOSSO SISTEMA ELEITORAL”

Zé LG, 03.08.15

Parece-me sempre preocupante o uso fácil do "tipo fascismo", é como uso abusivo "da falta de liberdade de expressão". Muitos morreram para que agora possamos usar estas expressões com leviandade. Dito isto, parece-me razoável e importante rever o nosso sistema eleitoral, reforçar os mecanismos que possibilitem aumentar a voz do exercício de cidadania na luta eleitoral é o caminho. O exercício político não deve ser uma actividade profissional nem profissionalizado.
Comentário de Ana Matos Pires a 2 de Agosto de 2015 às 00:49, AQUI.

ASSINADO CONTRATO PARA DESMANTELAMENTO DE AVIÕES NO AEROPORTO DE BEJA, O QUE SÓ ACONTECERÁ DAQUI A ANO E MEIO

Zé LG, 03.08.15

Os escritórios da AeroNeo vão ser instalados em setembro, no aeroporto de Beja, as obras de construção do hangar serão depois efetuadas e de acordo com o representante da empresa, o primeiro avião para desmantelar só chegará a Beja dentro de um ano e meio.

020820151905-820-AeroportoBeja(12).JPGO Presidente da ANA- Aeroportos de Portugal, Jorge Ponce de Leão defende que o Aeroporto de Beja “irá servir todos os destinos, seja litoral seja interior, à medida que eles crescerem e se desenvolverem”. O presidente da ANA entende que Beja descolará quando for ultrapassada a crise e relançados os projectos que foram suspensos.

TRABALHADORES DA RESIALENTEJO DESCONVOCAM GREVE

Zé LG, 03.08.15

310720151733-799-Resialentejo.jpgA Comissão de Greve dos trabalhadores da Resialentejo desconvocou mais uma vez a greve que tinha agendado para os dias 3, 4 e 5 de Agosto.
Já no mês de Junho, a anunciada greve de três dias acabou por ser desconvocada no final do primeiro dia de paralisação.

A Comissão de Greve esteve reunida, na última sexta-feira, e decidiu desconvocar o protesto porque afirma que não estavam “reunidas as condições necessárias para garantir um impacto relevante da greve, devido ao facto de estarem vários trabalhadores de férias e pelo efeito de dissuasão exercido junto de alguns trabalhadores”.

"ABRA-SE O SISTEMA PARA ALÉM DOS PARTIDOS"

Zé LG, 02.08.15

Quando não há argumentos, logo surge o papão fascismo.
Mude-se o sistema político.
Crie-se um círculo eleitoral nacional onde os secretários gerais coloquem os seus preferidos e círculos uninominais nas sedes de distritos em que até independentes possam concorrer.
Abra-se o sistema para além dos partidos de modo a que a população se sinta devidamente representada.
Comentário de Anónimo a 1 de Agosto de 2015 às 18:22, AQUI.

“SISTEMA POLÍTICO QUE EXISTE DESDE 1974 ESTÁ FALIDO”?

Zé LG, 02.08.15

O sistema político que existe desde 1974 está falido e não tem qualquer hipótese.
Apenas se mantém devido aos tachos e mordomias distribuídas pelos seus atores e partnaires. Pagos embora a peso de ouro, para tentar demonstrar que o sistema não só funciona como até tem capacidade de se regenerar. O que é uma pura mentira.
Apenas engana os mais ingénuos ou os que ainda fazem dos partidos os seus clubes de futebol.

Comentário de Anónimo a 1 de Agosto de 2015 às 15:43, que pode ler na íntegra AQUI.

ANA MATOS PIRES RESPONDE À PERGUNTA: Votar porquê?

Zé LG, 02.08.15

view.php.pngNão gosto da resposta simplista e pouco sustentada do "porque sim", mas se há situação a que se aplica é esta: votar porquê? Porque sim, oraS.

 

Votar porque é um exercício de cidadania.
Votar porque é "o" instrumento igualitário por excelência: cada um de nós vale exactamente a mesma coisa, um voto.
Votar porque há muitos, tantos, em tantos sítios do mundo, que ainda não o podem fazer.
Votar porque, parecendo simples, é uma conquista da democracia.
Votar porque foi, de facto, uma conquista de abril.
Votar porque muitos sofreram e morreram para este direito fosse possível.
Votar porque mais que um direito é uma obrigação.

 

Ana Matos Pires, cabeça-de-lista do Livre / Tempo de Avançar pelo círculo de Beja.

DEBATES NO ALVITRANDO TÊM CONTRIBUÍDO PARA UMA MAIOR CONSCIENCIALIZAÇÃO DOS CIDADÃOS

Zé LG, 01.08.15

Graças ao empenho dos seus dedicados profissionais, no Hospital continua-se a prestar cuidados de saúde de boa qualidade. Felizmente, as polémicas do Alvitrando não tem efeitos negativos sobre essa realidade. Pelo contrário, os problemas aqui denunciados e os debates vivos que se desencadeiam tem contribuído para uma maior consciencialização dos problemas por parte dos cidadãos. Os gestores não tem que ter medo da transparência. Isso é normal numa sociedade aberta e civilizada. Além de termos bons serviços de saúde, também queremos ser civilizados.

Comentário de Anónimo a 30 de Julho de 2015 às 11:03, aqui.

Pág. 11/11