Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

FACES MOSTRA EM SABÓIA INTERIOR DO CONCELHO DE ODEMIRA

Thumbnail.axd.jpegEntre os dias 14 e 16 de agosto o interior do concelho de Odemira vai estar em festa com mais uma edição da FACES – Feira das Atividades Culturais e Económicas de Sabóia. Este certame assume-se como representante das diferentes “FACES” do interior do concelho de Odemira, dando provas do dinamismo da freguesia de Sabóia e limítrofes.

O QUE TÊM FEITO AS CÂMARAS DE ALJUSTREL E BEJA PARA TENTAREM RESOLVER O PROBLEMA DA FALTA DE QUALIDADE DA ÁGUA?

O abastecimento público de água às populações é uma questão demasiado séria para que seja utilizada para chicana política. Infelizmente é o que alguns têm estado a fazer.
Mas é também uma questão demasiado séria que não deve permitir falta de esclarecimento, omissões, “sacudir a água do capote”. Infelizmente também é isso que tem estado a acontecer.

 

ALENTEJO 2020 “DEFRAUDOU” EXPECTATIVAS DA CIMBAL

Na última reunião do Conselho Intermunicipal da CIMBAL foi aprovada uma “Tomada de Posição” sobre o Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial do Baixo Alentejo assinado a 31 de Julho.
A CIMBAL considera que as aspirações dos municípios para a concretização do seu projecto de desenvolvimento ficaram muito aquém do real quadro das necessidades e recorda que apresentou uma proposta global de cerca de 36 milhões de euros, ou seja 85% do investimento, mas o valor contemplado foi de 28.698.683 euros, sendo a maior fatia proveniente do FEDER, seguido do FSE-Fundo Social Europeu.
A CIMBAL frisa que “os objectivos da Estratégia de Desenvolvimento e do Pacto elaborados (...) foram profundamente afectados pela redução dos valores atribuídos e o seu consequente impacto junto dos munícipes, porque o quadro de necessidades de cada Município ficou largamente aquém das expectativas existentes em torno do Portugal 2020”. 

Onde andam os políticos responsáveis pela CIMBAL? Então agora são os técnicos que dão a cara e a voz pelas posições políticas da Comunidade?

Comentários recentes

  • Anónimo

    Concordo a 1000% com M. Frade.Pode-se, rádios, jor...

  • Quim

    Foi a conclusão que EU tirei. Mas não fui o unico....

  • Anónimo

    voto em branco

  • Anónimo

    voto em branco

  • Anónimo

    Por falar em Grândola... foi esta semana notícia u...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds