Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

"De Alvito para a ribalta" - MARIANA MORTÁGUA

mariana-mortagua-1316.jpgAos 26 anos já escrevia um livro com um Nobel da Economia, mas só aos 28 Mariana Mortágua se tornou na deputada de quem se fala.

Sente que tem sorte, por estar orientada. Tem, pela função que desempenha "por cidadania", um bom ordenado ao fim do mês, o que sabe bem, depois de ter sido "tão pobre", em Londres. Passa pelas comissões e pelo hemiciclo com ar simpático, sorridente, mas seguro. E com a responsabilidade de ir desconstruindo a linguagem mais técnica e o economês, para que todos os eleitores percebam do que se fala, naquela casa do poder. Quer acabar a legislatura "a fazer um bom trabalho" e com forças para se empenhar na campanha, por um Governo de esquerda. Com o PS? "O BE tem um projeto muito concreto. Não estou disposta a abdicar dele por um lugar no Executivo", diz, apontando os exemplos do Syriza ou do Podemos. "Votem em nós!", diz, convicta que é esta a vida que quer. O seu lugar na política (no BE) está conquistado. Há de acabar o doutoramento, para poder seguir (também) uma vida académica. Depois, é esperar pelas oportunidades e que a vida não a leve a emigrar.

Ler mais: http://visao.sapo.pt/de-alvito-para-a-ribalta=f805331#ixzz3Mx5EpiT3

Comentários recentes

  • Anónimo

    Se são carneirinhos ou não como V.a Ex.a defende, ...

  • Anónimo

    Ele não vai , LEVAM-NO !!!.

  • Anónimo

    Lá estás tu a pôr defeitos ao homem.Não o deixam e...

  • Anónimo

    Falar do que não se conhece é espalhar a própria i...

  • Anónimo

    Com tanta agro-industria de capital exclusivamente...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds