Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Quase só a voz do vento”

121220141741-482-livromriocaldeira.jpgNa Igreja do Espírito Santo, em Moura, foi apresentado o livro “Quase só a voz do vento” da autoria de João Mário Caldeira.
Neste novo livro, “Quase só a voz do vento”, o autor pretende contar a história de uma família, a família Valentim, que nos inícios do séc.XX, migrou dos contrafortes da serra algarvia para a serra de Serpa após a partilha desta em 5 mil lotes que foram distribuídos em igual número de casais do concelho, muitos dos quais foram obrigados a vendê-los por não poderem cultiva-los.


In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=4626

“A Princesa Magalona”

121220141945-559-buganvilia1.png“A Princesa Magalona” é o título do livro, da autoria da escritora alentejana, Alexandra Graça, que foi lançado na Biblioteca Municipal José Saramago, em Beja.
Os direitos de autor da obra revertam a favor das crianças do Centro de Acolhimento Temporário "A Buganvília”.
No lançamento, que acontece pelas 16h30, marcam presença a escritora, o ilustrador José Francisco e a Editora Alfarroba.
In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=5806

Câmara de Serpa pretende criar o “Museu do Cante”

cpserpa.JPGA Câmara Municipal de Serpa como entidade promotora da candidatura, “congratula-se” com a inscrição do Cante Alentejano na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO e vai através da Casa do Cante, “continuar a desenvolver, em articulação com as entidades competentes, todas as acções necessárias para dar cumprimento, como lhe compete, ao Plano de Salvaguarda para o Cante Alentejano, tal como vem no dossier da candidatura”.
A autarquia pretende criar o “Museu do Cante” e apostar “fortemente nas novas tecnologias e na realidade virtual”. O museu será a base da criação do primeiro parque do património imaterial dedicado ao Cante.
In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=5820

Comentários recentes

  • Anónimo

    Fartura de partidos! Tudo quanto é demais não pres...

  • Anónimo

    Tem razão! No entanto é necessário não perder voz,...

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds