Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CRBA "abre-se à comunidade"

031120142258-413-IMG_0835n.jpgO Conservatório Regional do Baixo Alentejo (CRBA) já apresentou o seu novo Departamento de Música Popular (DMP), que integra as ofertas formativas da música tradicional portuguesa e da música popular do século XX. Abrir o CRBA à comunidade é o objetivo desta nova oferta formativa, para o público em geral.
Guitarra portuguesa, baixo acústico, acordeão, viola campaniça e cante alentejano são os cursos da vertente da música tradicional portuguesa. Voz, guitarra elétrica, baixo elétrico/contrabaixo, saxofone, trompete, piano/teclas e bateria/percussão são os da vertente de música popular do século XX.
Os novos cursos funcionam em regime livre e são ministrados em Beja e Castro Verde, que funcionam como centros agregadores das localidades em volta, as inscrições já estão abertas e devem ser feitas no CRBA.
In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=4270
e http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=5447

IPBeja e Cebal de candeias às avessas?

Logo-IPBejaI.pngConsta que existe uma forte polémica entre o Instituto Politécnico de Beja e o Centro de Biotecnologia Agrícola e Agro-Alimentar do Alentejo. A gota de água que terá feito entornar o caldo terão sido a falta de entendimento em relação às condições de cedência de instalações da primeira à segunda daquelas instituições. 

Este desentendimento, a confirmar-se, não é admissível tendo em conta que o presidente do IPBeja integra a direcção do CEBAL.

11245.jpgTendo em conta a importância que ambas as instituições têm para a região, espera-se que o bom senso e o interesse da região e das entidadres prevaleçam, de forma a encontrar-se a solução mais adequada para assegurar o financiamento que parece estar em causa.

Comentários recentes

  • Zé LG

    Se não disser do que se trata ficamos na mesma, se...

  • Anónimo

    Estranho, sim...

  • Anónimo

    Sem dúvida.Um autentico murro no estomago no todo ...

  • Anónimo

    Concorso, embora há um senão, que não foi esclarec...

  • Anónimo

    O Ministério da Agricultura foi decapitado e desme...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds