Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

AFINAL O QUE SE PASSA NA (COM A) EMAS?

«Não há que ter medo, nem das críticas, nem do escrutínio dos clientes cujo serviço justifica a sua existência.

Aquilo que o João Espinho aqui faz na “Praça” é a prestação de um serviço público contribuindo e dando alguma voz para atenuar o silêncio daqueles que muitas vezes querem falar e não podem.

As administrações passam, cumprem o seu mandato e saem (sempre defendi que assim fosse e só assim se tem a plena liberdade para atuar e decidir) mas tudo o resto, o mais importante, mantém-se: os colaboradores, os clientes e acima de tudo, a necessidade de manter a qualidade de um serviço de excelência.

Apesar de os sintomas não serem até agora os melhores (falo de paragem de obras em curso, congelamento de projetos estruturantes, abandono de parcerias e colaborações estratégicas e ausência de estratégia) reservo para mais tarde as devidas críticas caso haja confirmado e fundamentado motivo para tal.

Por enquanto, sublinho a responsabilidade em manter o mesmo nível de intervenção e de serviço à comunidade, acreditando, para já, que o regresso ao passado não será mais possível!»

Rui Marreiros, in: http://www.pracadarepublicaembeja.net/2014/08/a-minha-cidade/emas-sera-possivel-um-regresso-ao-passado/

Comentários recentes

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

  • Anónimo

    Tal e qual ... até que enfim que alguém vai ao cer...

  • Anónimo

    Esta técnica de mal-dizer é cronicamente utilizada...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds