Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

«Anselmo Ralph, Noites ao fresco, as festas de Santa Maria e as suas Três Dimensões»

...

Os pequenos/grandes detalhes
Quanto custou tudo isto?
O que se deixou de fazer para realizar estas inicitivas?
Quem pagou?
Quem recebeu?
Como se pagou?
Como foi contratado?
Que empresas, grupos e associações locais foram envolvidos?
Porque foi criada uma comissão de festas?
Quem são os elementos que a constituem?
Como foram escolhidos estes elementos?
Quais as atividades que consta do seu plano aquando da sua constituição?
Este planos existe?
Quantos funcionários da autarquia tem preparado, participado e levado a cabo estás iniciativas?
O Anselmo Ralph financiou as festas de Santa Maria?


Sejam quais forem as respostas, o desenvolvimento sustentável, o combate à desertificação, o contrariar da estagnação, o inverter do retrocesso, o fomentar o progresso não pode passar só por isto!
Beja quer mais e precisa de mais, de muito mais!
Simultaneamente precisam-se também, claro que sim, de eventos e iniciativas mas que sejam consubstanciados numa estratégia integrada, consistente, que vá para além do objetivo único de nos entreter e adormecer, que envolva (verdadeiramente) os agentes locais, direcionados para nossa população e que simultaneamente sirvam de suporte à promoção e divulgação da nossa cultura.
Beja, 17 de Agosto de 2014
Rui Marreiros a 17 de Agosto de 2014 às 14:57, em: http://alvitrando.blogs.sapo.pt/valha-nos-santa-maria-2755629?view=6589229#t6589229, onde pode ler toda a reflexão do autor destas pertinentes questões.

"Rave" ilegal na Barragem de Odivelas acaba mal

Cinco militares dos postos de Ferreira do Alentejo e de Aljustrel foram agredidos e deram entrada no Serviço de Urgência do Hospital de Beja, na sequência da intervenção numa festa "rave" ilegal, que decorria desde sexta-feira, na barragem de Odivelas, concelho de Ferreira do Alentejo. Festa motivou protestos de turistas e um abaixo-assinado.

Leia toda a reportagem de Teixeira Correia publicada em 2014-08-16, no JN, em: http://www.jn.pt/PaginaInicial/Seguranca/Interior.aspx?content_id=4081156

Comentários recentes

  • Anónimo

    Gosto.Categoria de mensagem. Teria a mesma mensag...

  • Anónimo

    Que outros agentes desportivos ... e já agora polí...

  • Munhoz Frade

    Exemplar.

  • Anónimo

    O problema, é que por mais considerações ideológic...

  • Anónimo

    “DesilusãoTenho estado, como é meu hábito, atento ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds