Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Descongestionar as Urgências? Assim?!!!

Estamos fartos de ouvir que devemos apenas recorrer às Urgências Hospitalares apenas em situações de maior urgência (passe o pleonasmo), devendo primeiro recorrer aos centros de saúde.

É isso que faço habitualmente e foi isso que fiz mais uma vez esta tarde. Dirigi-me ao balcão do meu Centro de Saúde para me inscrever nas consultas de recurso, onde fui simpaticamente atendido e me informaram de que já não era possível ser atendido hoje, pelo que ou voltava amanhã para ver se tinha vez ou ia à Urgência do Hospital.

Como é que, desta forma, podemos ser cidadãos cumpridores das orientações que o governo nos transmite para assegurar a boa prestação de serviços e, depois, os serviços não dão a resposta prometida? Será que é desta forma que o Ministério da Saúde prestende descongestionar as urgências hospitalares? Não estrá assim a duplicar serviços sem conseguir assegurar os objectuivos pretendidos? Se não é possível criar alternativas às urgências hospitalares não será preferível reforçar estas, dotando-as dos meios necessários para asseguar o atendimento de todos os que delas necessitem?

Ou será, como tudo indica, que o governo tem como intenção principal reduzir a capacidade e a qualidade de resposta do Serviço Nacional de Saúde, de forma a favorecer os sistemas privados de saúde?

“Encerrar uma escola é matar um pouco mais o Interior”

A CIMBAL reuniu-se com a Directora Regional de Educação do Alentejo, que foi recebida com protestos. Maria Reina Martin deixou claro, contudo, que a lista publicada, com o nome das escolas a encerrar no próximo ano lectivo é a definitiva.

In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=3225

 

ALVITO PROTESTA CONTRA ENCERRAMENTO DE ESCOLA

A Câmara Municipal de Alvito foi informada da intenção do encerramento da Escola do 1.º Ciclo de Vila Nova da Baronia no passado dia 31 de março;

Em reunião de Câmara de 07 de abril, o executivo votou, por unanimidade, um protesto contra o encerramento da escola;

Demos conta da nossa posição à tutela e reunimos com a Sr.ª Delegada Regional da Educação do Alentejo, reiterando a nossa total discordância.

Tomamos hoje conhecimento do despacho do Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar que diz encerrar a escola de Vila Nova da Baronia.

Reafirmamos a nossa discordância, pois a escola referida não se enquadra nos pressupostos/princípios orientadores do parecer que leva a este encerramento, nomeadamente, o critério do número de crianças, uma vez que a nossa escola tem 43 alunos.

Já reunimos com a população e está prevista uma manifestação junto à Delegação Regional de Educação do Alentejo, no próximo dia 27 pelas 11 horas.

Recebido por e-mail.

Jorge Serafim e as Vozes da Cal querem “acomodar o Sul que carregam no peito”

Jorge Serafim e as Vozes da Cal são um contador de histórias e mais três músicos, Paulo Colaço, Paulo Ribeiro e Fernando Pardal. 

Este é também um novo projecto que nasce em Beja, com o propósito de “acomodar o Sul que carregam no peito”, o contador de histórias e os músicos que o compõem.

In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=3221

Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem razão! No entanto é necessário não perder voz,...

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

  • Anónimo

    O Imperador está suficientemente saudável para c...

  • Anónimo

    As odalascas vêm com o calor...

  • Anónimo

    Alguém sabe em que dia desfila o imperador, as oda...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds