Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Municípios do distrito de Beja contestam fecho de escolas

O Governo já revelou a listagem das 311 escolas de 1º Ciclo do Ensino Básico que vão encerrar no próximo ano lectivo e no distrito de Beja são 6, os municípios afectados: Aljustrel, Alvito, Castro Verde, Cuba, Ferreira do Alentejo e Odemira.

Da lista contam a EB Rio de Moinhos, Aljustrel; EB Casével, Castro Verde; EB Vila Ruiva, Cuba; EB Peroguarda, Ferreira do Alentejo; EB São Marcos da Ataboeira, Castro Verde; EB Vila Nova da Baronia, Alvito e as escolas de Vale de Santiago, Cavaleiro e Foros do Galeado no concelho de Odemira.

Todos os concelhos mostram unanimidade, na prossecução da luta contra o encerramento de escolas e o de Alvito avançou mesmo, que tratou esta questão com diplomacia, no início, mas que a situação actual implica medidas mais severas.

In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=3214

e http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=4293

No concelho de Beja não encerram escolas.

In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=3206

“Mas basta! Todos os indícios são de perseguição ou saneamento pessoal profissional ou até outro!”

É assim que José Velez, professor despedido do IPBeja, termina a Carta Aberta, que, em 7 de Maio, escreveu a Vito Carioca, presidente daquele Instituto e que recentemente a ele se referiu publicamente (ler em: http://da.ambaal.pt/noticias/?id=5758):

Já vai longa esta carta, mas muito mais curta do que a mágoa que me assola, infinitamente mais pequena do que a revolta que me consome! Até aqui sempre procurei ter um comportamento adequado e respeitoso. Ainda acreditei nas suas boas intenções. Levei a preservação da imagem do IPBeja e, confesso, da minha própria imagem, para além do limite que muitos me aconselharam. Mas basta! Seguramente não há, nem houve, qualquer consideração e respeito por mim. Todos os indícios são de perseguição ou saneamento pessoal profissional ou até outro! E porquê? Preciso de ser esclarecido de quais as razões que levam a contornar a lei ou a verdade, a se desrespeitam os valores humanos, se atropelarem os princípios éticos e profissionais, a se tentar apagar todo um passado! Seguramente saberei como e terei de responder a este porquê, da melhor ou da pior maneira! 
Para terminar, com o pouco que me resta para poder acreditar na sua verdadeira boa vontade, em repor alguma justiça e dignidade neste assunto, espero que esta carta lhe possibilite uma reflexão sobre o que foi e o que o não foi dito.

In: http://da.ambaal.pt/noticias/?id=5797

Comentários recentes

  • Anónimo

    Tristeza de comentário!

  • Anónimo

    Vamos lá ver como é que os nossos políticos e afin...

  • Anónimo

    Fartura de partidos! Tudo quanto é demais não pres...

  • Anónimo

    Tem razão! No entanto é necessário não perder voz,...

  • Anónimo

    Foram buscar o antigo imperador JR .....dizem que ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds